Após nova queda em mata-matas, atacante descarta rótulo de time 'não decisivo'

Após nova queda em mata-matas, atacante descarta rótulo de time 'não decisivo'

Por Meu Timão

Para André, eliminação no Paulista não rotula Corinthians como 'não decisivo'

Para André, eliminação no Paulista não rotula Corinthians como 'não decisivo'

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Pelo segundo ano consecutivo, o Corinthians teve aproveitamento ímpar na primeira fase do Campeonato Paulista, mas caiu na semifinal e acabou fora das finais. Após a derrota nos pênaltis por 4 a 1 para o modesto Osasco Audax, no último sábado, na Arena, parte da torcida alvinegra questionou o espírito de decisão do elenco comandado por Tite.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, depois do treinamento que esboçou o time titular para o jogo contra o Nacional (URU), o centroavante André deu explicações sobre o porquê de o Timão ser amplamente superior aos rivais em competições de pontos corridos, mas pouco eficiente em duelos de mata-mata.

“Acho que não é 'não decisivo'. É começo de ano ainda, não dá para rotular assim. Acho que, tirando o Palmeiras, que foi um jogo muito abaixo, nos outros jogos fomos bem. Contra o Santos fomos abaixo no primeiro tempo, mas depois igualamos. Acho que temos que focar para vencer, passar de fase, porque estamos no Corinthians e aqui tem que tá brigando por título, chegando em final”, afirmou André, em entrevista coletiva.

De acordo com o camisa 9, não há tempo para lamentar o revés no Estadual, já que o clube tem desafio marcado nesta quarta-feira diante do Nacional, em Montevidéu, pela abertura das oitavas de final da Copa Libertadores da América. “Dessa vez é Libertadores, vai ser complicado, contra um time de tradição, então precisamos ser inteligentes para passar de fase”, acrescentou o centroavante.

“Acho que já passou isso de ter sido eliminado. Claro que a gente não queria ficar de fora da final. Queríamos ganhar esse título. Mas temos que esquecer, não temos que levar na bagagem, só atrapalha. Agora são oitavas de final da Libertadores, tem um peso sim porque queremos chegar”.

Além das edições passada e atual do Paulistão, a equipe paulistana não obteve sucesso na Copa do Brasil de 2015, sendo eliminada pelo Santos ainda nas oitavas de final. Por isso, o sucesso na Libertadores se tornou o objetivo principal dos jogadores do grupo alvinegro.

“Infelizmente não veio o Paulista, mas tomara que venha a Libertadores. Estamos chateados porque são dois finais de semana sem jogos. Viemos no final de semana para treinar e queríamos estar jogando”, completou.

Veja Mais:

  • Fábio Carille está com sua renovação bem encaminhada

    Após conversa no CT, Corinthians trata renovação de Carille como questão de tempo

    ver detalhes
  • Torcedores podem ouvir listas de músicas criadas por jogadores do Timão

    Corinthians anuncia parceria com serviço de streaming de música

    ver detalhes
  • Lucca perdeu espaço em 2017, mas vem se destacando no Brasileirão pela Ponte Preta

    Valor estipulado pelo Corinthians esfria interesse francês no atacante Lucca

    ver detalhes
  • Clayson foi escolhido por Carille para, mais uma vez, substituir Jadson

    Corinthians encerra preparação, e Carille mantém escalação sem Jadson para jogo deste sábado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes