Atuação brilhante de Ronaldo sobre o Santos completa sete anos

Atuação brilhante de Ronaldo sobre o Santos completa sete anos

Ronaldo chuta por cobertura e marca seu segundo gol no jogo, o terceiro do Corinthians

Ronaldo chuta por cobertura e marca seu segundo gol no jogo, o terceiro do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr.

O dia 26 de abril de 2009 ficará eternamente guardado na memória da torcida corinthiana. Era mais um jogo difícil pela frente, uma final de estadual, um clássico diante do Santos, na Vila Belmiro. Para Ronaldo, mais uma partida, mais uma decisão em sua carreira. Com atuação surpreendente, o fenômeno fez jus ao apelido e marcou duas vezes naquele dia, sendo o protagonista na vitória por 3 a 1.

Com um início muito parelho, Santos e Corinthians começaram se estudando muito, já que a partida marcava mais uma final estadual e o erro não seria permitido. Mesmo jogando fora de casa, o Timão demonstrou sua superioridade e tomou a iniciativa da partida.

Em falta sofrida por Morais, aos nove minutos de jogo, Chicão pegou a bola e abriu o placar em Santos. O camisa 3 do Timão chutou forte, no canto de Fábio Costa, que ficou nada pôde fazer, 1 a 0. Autor do primeiro gol do jogo, Chicão foi determinante também no segundo tento corinthiano. O zagueiro afastou um ataque santista e a bola parou nos pés de Ronaldo, o atacante precisou de apenas dois toques para, de perna esquerda, chutar rasteiro, entre as pernas de Fábio Costa e fazer o segundo gol do Timão, 2 a 0.

Melhor no início da segunda etapa, o Santos diminuiu aos 15 minutos. Triguinho cruzou, a bola desviou no goleiro Felipe e entrou, 2 a 1. Aos 31 minutos veio o momento histórico da partida, em contra-ataque corinthiano puxado por Elias, o camisa 7 tocou para Ronaldo que, mais uma vez, demonstrou enorme categoria e frieza na hora de decidir. O artilheiro viu Fábio Costa adiantado e chutou por cobertura, sem chances para o goleiro, que ficou se reação, 3 a 1. Após o terceiro gol do Corinthians, o Santos tentou uma pressão, porém sem resultado.

No segundo e decisivo confronto realizado no estádio do Pacaembu, os dois clubes empataram em 1 a 1, resultado que rendeu mais um título do Campeonato Paulista para o Corinthians, o 26º de sua história.

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes