Jogadores do Nacional exaltam qualidade defensiva do Corinthians

Jogadores do Nacional exaltam qualidade defensiva do Corinthians

Por Meu Timão

Jogando sob pressão fora de casa, sistema defensivo do Corinthians funcionou como planejado por Tite

Jogando sob pressão fora de casa, sistema defensivo do Corinthians funcionou como planejado por Tite

Foto: Agência Corinthians

O placar sem gols entre Nacional e Corinthians, assim como para os jogadores do Timão, foi visto positivamente pelos atletas uruguaios, aumentando a expectativa para o confronto de volta. Como não sofreu gols atuando em casa, o Nacional quer usar o regulamento que beneficia o gol marcado fora a seu favor no duelo da volta.

Muito exigida por Tite, a consistência defensiva do Corinthians demonstrou sua importância no primeiro duelo de mata-mata. Sob pressão durante os 90 minutos, os jogadores corinthianos souberam enfrentar as dificuldades. Em especial, o goleiro Cássio, que demonstrou segurança nas vezes em que foi acionado.

Ao final do duelo, os jogadores do Nacional avaliaram o resultado e revelaram a principal estratégia do clube jogando em Itaquera. “Jogamos bem, chegamos, marcamos e corremos. Fizemos um bom jogo, mas faltou o gol. Faltou atenção no último toque. A Libertadores é definida por pequenos detalhes, mas somos uma equipe dura para qualquer adversário”, falou o atacante Sebástian Fernández.

Além de Fernández, o zagueiro Victorino também comentou sobre o jogo e apontou o sistema defensivo do Timão como o principal responsável no fato do Nacional não ter feito gols. “O Corinthians realizou um bom jogo na zona defensiva. Nós não jogamos atrás e não sofremos pressão. Agora faltam 90 minutos. O resultado de 0 a 0 não é ruim, fazendo um gol no Brasil, eles terão que fazer dois”, disse o zagueiro Victorino.

Com apenas quatro gols sofridos ao longo da campanha na Libertadores, o Corinthians aparece como a segunda defesa menos vazada no torneio, empatada com outros três clubes (Boca Juniors, Atlético Mineiro e Independiente Del Valle) e perdendo somente para o Atlético Nacional, que ainda não sofreu gols.

Corinthians e Nacional se reencontram na próxima quarta-feira (4), às 21h45. O vencedor do duelo na Arena Corinthians enfrenta nas quartas de final quem avançar do confronto entre Boca Junior e Cerro Porteño.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes