Invicto no Timão, Vilson fala sobre chance de ser titular em momento conturbado

Invicto no Timão, Vilson fala sobre chance de ser titular em momento conturbado

Por Meu Timão

Vilson substituirá Balbuena nesta quinta-feira, contra a Ponte Preta

Vilson substituirá Balbuena nesta quinta-feira, contra a Ponte Preta

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Devido à suspensão preventiva de Yago, que está sendo julgado por ter sido flagrado em um exame antidoping, e à ausência de Balbuena, que está a serviço da Seleção Paraguaia, Vilson formará dupla de zaga com Felipe nas próximas partidas. Sem ter perdido com a camisa do Corinthians, o zagueiro comentou a oportunidade de ganhar a titularidade com o time vivendo um momento complicado.

“Venho me preparando para quando a oportunidade chegasse, dar meu melhor. Tite sempre falou isso e mais uma vez chegou para eu mostrar meu potencial para encontramos o caminho da vitória”, reconhecendo que o Timão vive seu pior momento no ano.

“Sem dúvida. Quando não vem o resultado é sempre tenso. A gente vem de alguns jogos sem estar vencer, mas não podemos desesperar. É o começo do Brasileirão, temos de corrigir os erros para as vitórias virem e o ambiente ficar tranquilo e leve como estava antes”, completou, em entrevista coletiva nesta terça-feira.

Apresentado como reforço do Corinthians no começo do ano, Vilson disputou seis jogos com a camisa alvinegra, somando quatro vitórias e dois empates. A última vez que esteve em campo foi no dia 20 de abril, na goleada por 6 a 0 contra o Cobresal, justamente a última vitória da equipe antes da sequência de cinco jogos sem vencer.

Apesar de saber que a pressão aumenta conforme o time não vença, Vilson fez questão de ressaltar que a pressão existe só de vestir a camisa do Timão.

“Só de estar vestindo essa camisa a pressão é muito grande. É só ver as temporadas passadas, o Corinthians vem ganhando tudo, isso qualifica e valoriza todo o grupo. É isso que vejo, uma oportunidade de mostrar meu futebol, junto com todo mundo ajudar. Meu pensamento principal é o Corinthians, voltar a vencer. Depois, automaticamente, a valorização virá”, concluiu.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes