Tite explica titulares poupados e volta a fazer críticas ao calendário

Tite explica titulares poupados e volta a fazer críticas ao calendário

Por Lucas Mariano

3.7 mil visualizações 35 comentários Comunicar erro

Por determinação da comissão técnica, Tite não contou com os titulares no treino desta terça

Por determinação da comissão técnica, Tite não contou com os titulares no treino desta terça

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ao contrário do que costuma fazer antes dos jogos, Tite não comandou o treino tático nesta terça-feira e poupou seus titulares, que apenas fizeram um trabalho na academia. A “novidade”, no entanto, não era a ideia principal do treinador, que teve que adotar a medida para prevenir o desgaste excessivo de seus atletas.

“Eu forcei o departamento médico, o físico, os auxiliares. Queria levar a campo. Falaram que ia tirar o combustível do jogo”, disse o técnico, reforçando que não era possível exigir muito dos jogadores.

“É um desafio, a partir da sequência de jogos. Reitero o que falei depois do último jogo, tivemos duas partidas às 11h seguidas. Estamos em um processo de recuperação importante, médicos e fisiologistas falaram que a recuperação é deficiente, então fica impossível fazer um trabalho tático maior. Optamos por preservar”, completou.

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, o técnico voltou a fazer críticas ao calendário. Depois de disputar duas partidas às 11 horas, na última quinta-feira e no domingo, o Corinthians entra em campo nesta quarta e depois volta a jogar no sábado.

“Todos os profissionais que lá (reunião de técnicos na CBF) estiveram se manifestaram reclamando do intervalo menor de 72 horas entre jogos. Foi unânime. É falta de responsabilidade da CBF em não pré-determinar uma grade”, criticou o comandante corinthiano, voltando a fazer alertas e garantindo que continuará se posicionado contra o calendário enquanto mudanças não sejam feitas.

“Um recado: Doutor Ivan, o meu abraço. Não ia dar parada técnica no segundo tempo do jogo contra o Sport. Sabe o que ele falou? ‘Vai parar senão eu vou falar com o delegado’. É aspecto de saúde. Aí quando ele foi para cima do delegado o árbitro parou. Tomara que não dê nenhum outro problema grave porque CBF e as pessoas responsáveis vão estar expostas a isso. Eu e todos os técnicos estamos falando e reiterando, vou continuar falando”, concluiu.

Veja Mais:

  • Mauro Boselli chega à Arena Corinthians para jogo contra a Chapecoense

    Corinthians anuncia escalação com três mudanças para duelo com a Chapecoense

    ver detalhes
  • Taça do tricampeonato paulista foi eternizada na perna esquerda do atacante

    Gustagol eterniza tri do Paulistão com tatuagens da taça e de sua comemoração típica; veja imagens

    ver detalhes
  • Giovannoni chegou ao Corinthians em julho de 2018

    Pivô do Corinthians, Guilherme Giovannoni anuncia aposentadoria do basquete

    ver detalhes
  • Gustavo Silva, o Mosquito, deixa Corinthians rumo ao Vila Nova

    Empréstimo de corinthiano Mosquito é anunciado por clube da Série B

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes