Ao contrário de Tite, Giovanni Augusto vê Corinthians entre os favoritos do Brasileirão

Ao contrário de Tite, Giovanni Augusto vê Corinthians entre os favoritos do Brasileirão

Por Lucas Mariano

3.4 mil visualizações 45 comentários Comunicar erro

Giovanni Augusto marcou o gol da vitória do Corinthians nesta quarta-feira

Giovanni Augusto marcou o gol da vitória do Corinthians nesta quarta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois da vitória no clássico contra o Santos, nesta quarta-feira, Tite evitou a falar sobre favoritismo após ser questionado se o terceiro triunfo consecutivo colocava o Corinthians na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Giovanni Augusto, no entanto, não viu problema em falar sobre o assunto e afirmou que as equipes que estão no G-4 atualmente podem ter mais chances de se tornarem campeãs no final do ano.

“Pelo que as equipes estão demonstrando, sem dúvidas são favoritas. Apesar de o campeonato estar começando, acho que as que conseguiram fazer um bom campeonato logo de cara, vai fazer diferença. Creio que algumas equipes ainda estão procurando o time ideal, então os times do G-4 devem saber aproveitar isso para se distanciar delas”, avaliou o meio-campista em conversa com os jornalistas nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava.

Atualmente, o clube do Parque São Jorge é o terceiro colocado na tabela de classificação da competição nacional. Internacional e Grêmio estão na primeira e na segunda posição, respectivamente. Já o quarto lugar é ocupado pela Chapecoense.

A três pontos do líder, o Corinthians buscará a quarta vitória consecutiva neste sábado, contra o Coritiba, novamente na Arena em Itaquera. Para Giovanni Augusto, os últimos jogos em sequência aumentaram o desgaste, porém as vitorias contribuem para a equipe “esqueça” o cansaço.

"Acho que nossa equipe está bem fisicamente, apesar dos dois jogos as 11 horas. Quando a gente consegue vencer, a gente acaba meio que esquecendo essa parte do cansaço. Acho que para o jogo de sábado nossa equipe estará descansada até porque temos bons profissionais aqui dentro que acompanham nossa recuperação. Não tem como fugir disso infelizmente pelo calendário do futebol brasileiro, que é muito apertado", concluiu o jogador.

Veja Mais:

  • Léo Príncipe esteve perto de acertar com Vitória de Setúbal, de Portugal

    Portugueses desistem de empréstimo e adiam saída de Léo Príncipe do Corinthians

    ver detalhes
  • Marcello Deverlan (à esq.) durante treino com profissionais no CT Joaquim Grava

    De contrato renovado, zagueiro da base do Corinthians obtém cidadania portuguesa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar realizou exames na tarde desta terça-feira em São Paulo

    Danilo Avelar é aprovado em exames e já fala como reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians, da capitã Grazi, venceu mais uma no Brasileirão

    Em jogo com viradas e oito gols, Corinthians vence Ferroviária em Araraquara

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes