Uendel destaca briga pela liderança e projeta clássico contra o Palmeiras

Uendel destaca briga pela liderança e projeta clássico contra o Palmeiras

Por Lucas Mariano

1.8 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Uendel foi um dos principais jogadores do Corinthians no último jogo

Uendel foi um dos principais jogadores do Corinthians no último jogo

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Líder do Campeonato Brasileiro após o fim da sexta rodada, o Corinthians iniciou nesta terça-feira a preparação para o jogo contra o Palmeiras, no próximo domingo. Além de toda a dimensão do clássico, a partida ganha ainda mais destaque por valer a liderança da competição. Destaque do Timão contra o Coritiba, Uendel projetou o duelo e destacou a importância do resultado positivo.

“Palmeiras x Corinthians já é grande, independente da situação na tabela. A gente encara diferente, nossa torcida também, ainda mais valendo a liderança do campeonato. É só a sétima rodada, mas pode dar muita moral. Enceramos como uma final, assim como nos outros jogos, mas pelo peso do clássico”, disse o lateral, aproveitando também para analisar o adversário.

“O Palmeiras vem em uma boa retomada. O treinador que trabalhei no Fluminense, sei da qualidade dele. Tem atacantes rápidos na frente, jogadores de velocidade, tem o Dudu, Roger Guedes, que entrou bem. Meio campo forte. É um time que tem uma mescla boa e está fazendo um bom campeonato. Mas vamos estudar detalhe por detalhe para se preparar bem e fazer um grande jogo”, comentou.

Atualmente, o Corinthians lidera a competição nacional com 13 pontos, a mesma pontuação de Grêmio e Internacional, que estão em segundo e terceiro lugar, respectivamente. Já o Palmeiras ocupa o quarto posto, com 12.

Uendel foi um dos principais jogadores do Timão na última partida. Depois de dar assistência para André empatar o jogo, foi ele quem marcou o gol nos acréscimos do segundo tempo para garantir a vitória de virada. Destacando a garra da equipe, ele disse torcer por uma vitória mais tranquila no domingo.

“Acho que as duas últimas vitórias foram a cara do Corinthians, de acreditar até o final. A gente sente isso, que o torcedor acredita até o final. Aos 49 do segundo tempo, não víamos torcedor chiando. A gente sempre acredita que podemos marcar do primeiro ao ultimo minuto. É característica da equipe, de lutar até o final. Espero que não seja tão sofrido o clássico, mas se tiver que vencer no minuto final, vai ser no minuto final”, concluiu.

Veja Mais:

  • Corinthians de Fábio Carille deve chegar reforçado para temporada de 2019

    Retorno de Carille turbina padrão do Corinthians no mercado da bola; veja listas e compare

    ver detalhes
  • Thiago Neves desperta interesse no Corinthians

    Corinthians formaliza interesse em Thiago Neves e Sassá, relata Cruzeiro

    ver detalhes
  • Ramiro foi peça importantes nos últimos títulos do Grêmio

    Pai de Ramiro revela conversas adiantadas com o Corinthians e fala em acerto ainda nesta semana

    ver detalhes
  • Matias Ávila, diretor financeiro, e Roberto Gavioli, gerente financeiro, em coletiva nesta quarta-feira

    Corinthians confirma déficit em 2018, mas prevê explosão de receitas com TV e patrocínios

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes