Em Brasília, Marlone registra encontro com irmão gêmeo em rede social

Em Brasília, Marlone registra encontro com irmão gêmeo em rede social

Por Meu Timão

O meia-atacante Marlone recebeu uma ilustre visita nesta quinta-feira à tarde. Relacionado para a partida contra o Fluminense, às 20h (de Brasília), no estádio Mané Garrincha, o camisa 8 do Timão teve a oportunidade de encontrar o irmão gêmeo, Marlon, também jogador de futebol.

Apesar de serem gêmeos, Marlone e Marlon se conheceram somente aos doze anos. O atleta corinthiano foi criado em Augustinópolis, no norte do Tocantins, por uma família amiga de sua mãe. Já o irmão cresceu ao redor dos avôs maternos no Piauí. Marlon, aliás, na verdade foi registrado como Marlos, mas prefere ser chamado pelo primeiro nome.

“Obrigado pela visita, maninho! Te amo!”, escreveu Marlone em uma de suas redes sociais. Separados na maternidade, os dois se conheceram na adolescência, em Augustinópolis. Em entrevista no ano passado ao Globoesporte.com, o corinthiano explicou a razão do caso. “A nossa mãe de sangue teve a gente com 13 para 14 anos. Ela teve que dar os dois, né. Não tinha condições e me deu para outra família. O Marlon ficou com a família mesmo, de sangue. Eu fui para outra família e nisso daí a gente não se viu mais”, explicou, à época.

Enquanto Marlone tem na carreira clubes de grande expressão, como Vasco, Cruzeiro, Fluminense, Sport e Corinthians, Marlon foi revelado pelo Olaria e passou por Madureira, Boa Esporte e Grêmio Barueri antes de chegar ao Gama no fim de 2015.

Sem Tite, o Corinthians encara o Fluminense logo mais, a partir das 20h, em Brasília-DF. A equipe alvinegra inicia a oitava rodada do Campeonato Brasileiro na quarta colocação, com 13 pontos, e precisa da vitória longe de seus domínios para não se distanciar da primeira posição, hoje ocupada pelo Palmeiras.

Veja abaixo a publicação de Marlone

Obrigado pela visita, maninho! Te amo! ❤🙏🏻

Uma foto publicada por Marlone (@marloneoficial) em

Veja Mais:

  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes