Após rompimento com CBF, presidente abre portas do Corinthians para Seleção Brasileira

2.2 mil visualizações 36 comentários

Por Meu Timão

Para Roberto de Andrade, 'é motivo de orgulho cooperar com o ouro'

Para Roberto de Andrade, 'é motivo de orgulho cooperar com o ouro'

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Roberto de Andrade demonstrou enorme insatisfação com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) quando Tite foi convidado para assumir a Seleção sem que o Corinthians fosse informado. Na ocasião, o presidente disse estar “p… da vida” e afirmou que a agremiação estava rompida com a confederação.

Menos de dois meses depois, as portas alvinegras estão escancaradas. Não apenas as da Arena Corinthians, que já estavam prometidas à organização dos Jogos Olímpicos. Também as do CT do Parque Ecológico, onde a Seleção treinou para o confronto das quartas de final.

“Temos que separar as coisas”, disse o dirigente. “Minhas críticas foram naquele momento, relacionadas àquele episódio. Sempre abrimos as portas. É motivo de orgulho cooperar com a Seleção em busca do ouro”, acrescentou.

É com orgulho que o presidente vai ver o confronto entre o time brasileiro e a Colômbia, na noite de sábado, na Arena Corinthians. Se a equipe verde-amarela vencer, na zona leste de São Paulo, estará nas semifinais da Olimpíada.

Veja Mais:

  • Corinthians finalizou o primeiro treino preparatório para enfrentar o Bahia, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians se reapresenta e faz treino técnico e de finalizações de olho no duelo contra o Bahia

    ver detalhes
  • Paolo Guerrero deixou o Corinthians em 2015; jogador tem contrato com o Internacional até o final de 2021, mas não deve vir ao Timão

    Diretor de futebol do Corinthians nega procura por Paolo Guerrero: 'Não há interesse'

    ver detalhes
  • Organizadas do Corinthians apoiaram Movimento Salve O Corinthians e reivindicam postura da diretoria

    Movimento de torcedores e organizadas do Corinthians enviam carta com reivindicações à diretoria

    ver detalhes
  • Da venda de Jucilei em 2011 até essas últimas penhoras das cotas do clube, o Caso J. Malucelli passou pela mesa de cinco presidentes: Andrés Sanchez, Mário Gobbi, Roberto de Andrade, Andrés Sanchez e, agora, Duilio Monteiro Alves

    Caso J. Malucelli: Corinthians paga R$ 22 milhões e tenta se livrar de outros R$ 6 mi na Justiça

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu primeiro empate no Brasileirão de Aspirantes diante do Red Bull Bragantino

    Corinthians empata com RB Bragantino e perde chance de assumir a liderança do Brasileirão Aspirantes

    ver detalhes
  • Carlos Brazil foi apresentado no Corinthians nesta quinta-feira

    Carlos Brazil quer Corinthians como protagonista na base: 'Time muito grande'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x