Milton Cruz recebeu convite para trabalhar no Corinthians

Milton Cruz recebeu convite para trabalhar no Corinthians

Por Meu Timão

Milton Cruz trabalhou por 22 anos no São Paulo

Milton Cruz trabalhou por 22 anos no São Paulo

Foto: Divulgação

Milton Cruz esteve perto de se tornar auxiliar técnico do Corinthians. Assim que Tite e os assistentes Cleber Xavier e Matheus Bacchi deixaram o clube rumo à Seleção Brasileira, em junho, o ex-profissional do São Paulo foi convidado por integrantes da diretoria alvinegra a trabalhar no Timão. Pelo menos é o que ele afirma.

“Eu tive umas conversas (com o Corinthians), mas não evoluíram. Eu não vou falar nomes de quem me ligou. Não era para ser treinador, era para fazer a mesma função que eu fazia no São Paulo”, afirmou Milton Cruz em participação no programa FOX Sports Rádio.

Ex-jogador de futebol, Milton prestou serviços ao São Paulo, um dos arquirrivais do Corinthians, ao longo de 22 anos. O profissional, que chegou a comandar o núcleo de análise de desempenho do time do Morumbi, fez 43 partidas como técnico interino ou substituto – 23 vitórias, 7 empates e 13 derrotas.

Sincero, o auxiliar, apontado como um dos profissionais mais influentes dentro do departamento de futebol do arquirrival nos últimos anos, revelou que o desejo de realizar cursos voltados à carreira esportiva na Europa falou mais alto naquele momento. Atualmente, ele está sem clube.

“Eu já tinha assumido um compromisso de viajar para o exterior. O Corinthians é um baita clube, mas também é meio recente (a minha saída do São Paulo). Eu queria fazer uns cursos, ver algumas coisas...”, completou.

Sem Milton, o Corinthians teve de buscar outros nomes para substituir a comissão antes chefiada por Tite. O técnico Cristóvão Borges, então, foi convidado a assumir a equipe hexacampeã nacional ao lado do assistente Cassiano de Jesus. Fabio Carille, membro permanente do futebol alvinegro, permaneceu no Parque São Jorge.

Em entrevista recente, o ex-técnico interino do São Paulo revelou estar aberto a propostas, inclusive do Corinthians. “Hoje, estou desempregado, preciso trabalhar, sou profissional. Se tivesse essa oportunidade... Estou no mercado”, disse à época.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes