Após saída do Corinthians, Tite estreia na Seleção com resultado expressivo

99 mil visualizações 88 comentários

Por Meu Timão

Três meses depois de deixar Timão, Tite comandou primeira partida da Seleção

Três meses depois de deixar Timão, Tite comandou primeira partida da Seleção

Lucas Figueiredo/CBF

Multicampeão pelo Corinthians, Tite estreou com o pé direito no comando da Seleção Brasileira. O ex-técnico do Timão dirigiu o Brasil à vitória sobre o Equador por 3 a 0 nesta quinta-feira à noite, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, pela sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018.

O placar elástico, porém, não traduz a postura da seleção equatoriana no confronto. Antes vice-líderes das Eliminatórias (caíram para a terceira colocação com a derrota), os donos da casa dificultaram as ações do time de Tite, que foi a campo, sob o tradicional 4-1-4-1, na seguinte escalação: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda (capitão) e Marcelo; Casemiro, Willian, Paulinho, Renato Augusto e Neymar; Gabriel Jesus.

O primeiro gol da equipe verde-amarela saiu somente aos 26min da etapa final. Após ganhar a disputa com o zagueiro Mina, Gabriel Jesus invadiu a área e acabou derrubado pelo goleiro Domínguez. De pênalti, o atacante Neymar colocou o Brasil à frente do marcador e tirou o peso da estreia do treinador gaúcho.

O tento abriu caminho para a Seleção impor seu ritmo em Quito. Aos 41min, Marcelo avançou pela lateral esquerda e cruzou rasteiro para Gabriel Jesus, que finalizou de calcanhar e marcou belo gol. Cinco minutos depois, o atacante palmeirense, outra vez, recebeu de Neymar, girou em cima do defensor e bateu no ângulo esquerdo de Domínguez.

O lateral-direito Fagner, do Corinthians, permaneceu no banco de reservas e não fez sua estreia pelo Brasil. Titular da posição com Dunga, antecessor de Tite, Daniel Alves atuou diante do Equador. Ele poderá ter a oportunidade na próxima terça-feira (06), contra a Colômbia, na Arena da Amazônia.

Com o triunfo por 3 a 0, a Seleção canarinho sobe duas posições na tabela e passa a ocupar momentaneamente a quarta vaga à Copa da Rússia com 12 pontos. A posição, no entanto, é ameaçada, haja vista que Argentina, Paraguai e Chile entram em campo ainda nesta quinta.

Veja Mais:

  • Boca Juniors vai pagar menos por casos de racismo do que Corinthians por infração a artigo que trata de propaganda no banco de reservas

    Conmebol multa Boca por racismo; valor é menor que pena ao Corinthians por propaganda no banco

    ver detalhes
  • Fagner correu ao redor do gramado nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava

    Fagner inicia transição e elenco do Corinthians faz treino em casa após empate no Majestoso

    ver detalhes
  • Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    [Mayara Munhoz] Torcedor do Corinthians precisa parar de procurar problema onde não tem

    ver detalhes
  • Cássio precisou deixar o jogo contra o São Paulo nos minutos finais

    Exames não apontam lesão grave em Cássio, mas goleiro segue como dúvida contra o Always Ready

    ver detalhes
  • Nos últimos 630 minutos de bola rolando do Corinthians, Vítor Pereira utilizou Róger Guedes em apenas 27% do período

    Róger Guedes perde espaço com Vítor Pereira e atua apenas 27% dos minutos do Corinthians em maio

    ver detalhes
  • O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira, contra o Always Ready, atrás de uma classificação para as oitavas de final da Libertadores

    Corinthians tem semana com jogo decisivo na Libertadores, Brasileiro, feminino, base e futsal; veja

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x