Corinthians quebra ciclo desde 2008 e não divulga relatório de sustentabilidade

Corinthians quebra ciclo desde 2008 e não divulga relatório de sustentabilidade

Último relatório divulgado ainda não tinha Roberto de Andrade como presidente

Último relatório divulgado ainda não tinha Roberto de Andrade como presidente

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Entre as muitas críticas feitas diariamente a diretoria do Corinthians por parte da Fiel, uma tem chamado a atenção: a ausência do relatório de sustentabilidade de 2015.

O documento vinha sendo divulgado anualmente desde 2008. O último, que consta no site do Corinthians, na parte de Transparência, foi apresentado em 5 de fevereiro de 2015 - o relatório é referente ao ano de 2014. Em todas as temporadas, o documento foi apresentado na primeira metade do ano. Em 2011, o maior atraso antes de 2016, o documento foi divulgado em junho.

Em contato com a reportagem do Meu Timão, o atual diretor financeiro do clube, Emerson Piovesan, afirmou que o Corinthians está trabalhando em uma reformulação no relatório em função dos altos custos envolvidos. Não há uma previsão para a divulgação do documento em relação a 2015 e 2016 já está chegando em sua etapa final.

O relatório de sustentabilidade é composto por diversa informações como a arrecadação com patrocínios, as fontes de receita, os valores de negociação e direitos econômicos dos jogadores do elenco, entre outras coisas. A última edição ainda era assinada pelo ex-presidente Mário Gobbi Filho e pelo ex-diretor financeiro Raul Corrêa da Silva.

Para especialistas financeiros, como Cesar Farietti, autor do estudo "Análise Econômico-Financeira dos Clubes de Futebol Brasileiros", realizado pelo Itaú BBA, a ausência do documento diminui o processo de transparência implementado pelo clube.

"Diminui. No fundo, o clube não é obrigado a fazer isso. Mas, é bom que faça justamente para a gente poder acompanhar o que está acontecendo. Em geral, os clubes acabam sendo muito lenientes nesse sentido justamente porque eles não querem divulgar problemas. Tradicionalmente, já é um número grande de serviços de terceiros", explicou o superintendente de crédito do Itaú BBA em entrevista ao Meu Timão.

Trimestral da Arena Corinthians - Não é apenas o relatório de sustentabilidade que está atraso. O balanço trimestral da Arena dos meses de abril, maio e junho também não foi divulgado. Setembro está chegando ao fim, o que completaria mais um trimestre e um novo balanço. No site do estádio alvinegro, é possível encontrar na parte de Transparência apenas o balanço dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016.

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes