Cristóvão Borges fala em frustração por saída do Corinthians: 'Foi por pouco'

Cristóvão Borges fala em frustração por saída do Corinthians: 'Foi por pouco'

Por Meu Timão

Cristóvão admitiu frustração ao deixar de ser treinador do Corinthians

Cristóvão admitiu frustração ao deixar de ser treinador do Corinthians

Foto: Reprodução/ESPN Brasil

Afastado recentemente do posto de técnico do Corinthians, Cristóvão Borges assumiu frustração em sua saída, alegando que foi ‘por pouco’ que não permaneceu no clube. O treinador analisou o desempenho dos jogadores que tinha sob seu comando no time alvinegro.

“Eu tinha que saber chegar nesse lugar. E eu cheguei perguntando demais, cheguei perguntando tudo, eu queria saber tudo. Foi frustrante eu ter saído do Corinthians, por que eu sei e tenho certeza que foi por pouco que não deu certo”, argumentou Cristóvão Borges durante entrevista ao programa Bola da Vez, do canal à cabo ESPN, que vai ao ar nesta terça-feira.

Cristóvão assumiu o grupo no dia 19 de junho deste ano, logo após a saída de Tite para a Seleção Brasileira. O técnico avaliou a equipe que teve em suas mãos ao assumir o comando no processo de reestruturação do Corinthians, após o desmanche do elenco no início da temporada.

“Esse ano a perda dos jogadores foi o diferencial de tudo, mas na construção do time com essas contratações do Tite, que contratou esses jogadores e tentou repetir isso, só que não funcionou. Ele mudou o sistema de jogo, mudaram as peças, para poder encaixar e quando eu cheguei ainda não estava encaixado”, analisou o treinador.

“Eu fui continuar esse trabalho. Fui procurando achar e definir o sistema de jogo, só que muitos destes jogadores, o que é natural, chegam no Corinthians e veem que não é pra todo mundo não. É natural que você chegar e tem a adaptação pra todo mundo, inclusive, para os jogadores. Os jogadores que o Corinthians contratou tinham sido destaques no ano anterior, no Campeonato Brasileiro, mas conseguiram ainda repetir isso no Corinthians por todos esses motivos naturais”, finalizou.

Cristóvão deixou de ser treinador do Corinthians com 18 partidas disputadas com o time, depois de uma derrota por 2 a 0 em um clássico contra o Palmeiras na Arena em Itaquera, no dia 17 de setembro, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele saiu do Timão com um aproveitamento de 38,9% (sete vitórias, cinco empates e seis derrotas), com 23 gols marcados e 20 sofridos.

Veja Mais:

  • Alessandro Nunes e Roberto de Andrade são responsáveis por formar elenco de 2018

    Presidente do Corinthians estabelece número ideal de contratações para 2018 e promete time forte

    ver detalhes
  • Carille deve ajudar Jô na missão do atacante pela artilharia

    Reta final do Corinthians terá titulares contra Flamengo e Atlético-MG e reservas diante do Sport

    ver detalhes
  • Sem 'canetadas', Corinthians é maior campeão nacional com sete títulos brasileiros

    'Corinthians é o maior campeão brasileiro', diz historiador palmeirense da USP

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade vê Arana como atleta mais perto a deixar Timão

    Roberto de Andrade fala em 'esfriamento', mas admite conversas pela venda de Arana

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes