Ex-Corinthians, Diogo Perez falece em Campinas

Ex-Corinthians, Diogo Perez falece em Campinas

Por Meu Timão

Diogo defendeu o Corinthians em 1954

Diogo defendeu o Corinthians em 1954

Foto: Reprodução

Diogo Ponzo Perez, lateral-esquerdo que atuou pelo Corinthians na década de 50, faleceu na manhã desta quarta-feira, em Campinas, interior de São Paulo. O enterro do jogador, vítima de uma parada cardiorrespiratória, foi marcado para as 16h30 no Cemitério Parque Flamboyant.

Nascido em São Paulo, Diogo começou a carreira de atleta no XV de Novembro de Jaú. Em 1954, foi emprestado ao Timão e teve a oportunidade de jogar ao lado do goleiro Gylmar dos Santos Neves, do lateral-direito Idário e do atacante Luizinho “Pequeno Polegar”, ídolos do clube.

A passagem do lateral-esquerdo pelo Parque São Jorge, porém, foi curta. Após uma temporada, período em que disputou 24 jogos com o manto corinthiano, foi repassado ao São Bento de São Caetano do Sul. Nos anos 60, Ponzo chegou ao Guarani, onde permaneceu por mais de 35 anos e fez 352 partidas.

Na última terça-feira, Diogo, aos 85 anos, sofreu uma parada cardiorrespiratória em Campinas. A informação foi confirmada pelo site oficial do Guarani, que prestou solidariedade aos familiares do ex-lateral-esquerdo.

Veja Mais:

  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes
  • Fiel já garantiu 20 mil ingressos para duelo contra o Botafogo

    Corinthians divulga primeira parcial de ingressos contra o Botafogo na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes