Diretoria do Timão dá incentivo em reunião com os atletas e assume 'bronca' por eliminação

Diretoria do Timão dá incentivo em reunião com os atletas e assume 'bronca' por eliminação

Por Meu Timão

4.5 mil visualizações 71 comentários Comunicar erro

Diretoria do Corinthians, junto com Oswaldo, teve reunião com elenco alvinegro

Diretoria do Corinthians, junto com Oswaldo, teve reunião com elenco alvinegro

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians ainda não jogou a toalha para a temporada de 2016. Apesar da eliminação na Copa do Brasil e da distância para os líderes do Campeonato Brasileiro, o Timão tem para este fim de ano a meta de garantir uma vaga na Libertadores de 2017. Na madrugada desta quinta-feira, a diretoria fez questão de deixar isso claro para os jogadores alvinegros.

Conforme revelado pelo portal Globoesporte.com, o presidente Roberto de Andrade e o gerente de futebol Alessandro Nunes, acompanhados pelo técnico Oswaldo de Andrade, tiveram uma reunião com o elenco alvinegro em Belo Horizonte, durante jantar logo após a derrota para o Cruzeiro. O intuito da conversa foi mostrar a importância das sete últimas rodadas do Campeonato Brasileiro para o clube, mesmo que o título não seja palpável.

Com 48 pontos, o Corinthians está empatado com o Atlético-PR na classificação do Brasileirão. Por conta do número de vitórias, o clube paranaense ocupa a sexta colocação; o Timão, a sétima. Mesmo ainda restando a possibilidade de o G6 se tornar G7, vale destacar que a equipe alvinegra depende apenas de si para terminar a competição entre os seis primeiros e, assim, conquistar uma vaga na Libertadores - há confronto direto com os paranaenses.

No que diz respeito à torcida, a principal preocupação do Corinthians é blindar o recém-chegado treinador Oswaldo de Oliveira. Apresentado na última sexta-feira, o comandante teve chance de dar apenas três treinos com bola e um regenerativo a seus jogadores. Por enquanto, soma uma vitória sobre o América-MG e uma derrota para o Cruzeiro no comando do Timão.

"Não dá para fazer avaliação de treinador, ele está há dias no trabalho. Está mantendo o que o Fábio Carille vinha fazendo e, agora, com semanas de trabalho, vai poder aplicar o que quer. Que sejamos nós cobrados (pela torcida): eu, o presidente e os atletas. Mas não o Oswaldo, que acabou de chegar e não conseguiu fazer nada ainda. Ele terá tempo para fazer seu melhor", declaro Alessandro, à imprensa, ainda em solo mineiro.

Veja Mais:

  • Méndez deixou a clínica em São Paulo sem falar com a imprensa

    Zagueiro uruguaio realiza exames e deve se apresentar nesta terça-feira no Corinthians

    ver detalhes
  • Gabriel deve retornar aos gramados em maio

    Na véspera de cirurgia, Gabriel projeta volta ao Corinthians 'o mais rápido possível'

    ver detalhes
  • A Fiel reagiu de maneira distinta à nova campanha de marketing do Corinthians

    Devoção, críticas e insegurança: as reações da Fiel sobre o Corinthianismo

    ver detalhes
  • Corinthianismo é a religião oficial do Corinthians

    Corinthians lança religião própria; assista ao vídeo de divulgação do Corinthianismo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes