Corinthians leva quatro gols e é eliminado pelo Cruzeiro na Copa do Brasil

Corinthians Corinthians 2 x 4 Cruzeiro Cruzeiro

Copa do Brasil 2016

Corinthians leva quatro gols e é eliminado pelo Cruzeiro na Copa do Brasil

Por Meu Timão

Oswaldo fez seu primeiro e último jogo comandando o Corinthians na Copa do Brasil

Oswaldo fez seu primeiro e último jogo comandando o Corinthians na Copa do Brasil

Foto: Reprodução

O Corinthians viajou a Belo Horizonte na noite desta quarta-feira para enfrentar o Cruzeiro. O confronto determinou a partida de volta das quartas-de-final da Copa do Brasil. Com a derrota por 4 a 2, a equipe acabou eliminada da competição.

O jogo de ida, ainda sob o comando de Fábio Carille, terminou em 2 a 1 para o Corinthians na Arena em Itaquera. Assim, a equipe trouxe a vantagem para a decisão na casa do adversário, que tinha como trunfo o gol marcado fora de casa.

Sob o comando de Oswaldo, o Corinthians foi para o confronto no 4-1-4-1. E os titulares escolhidos pelo técnico para sua estreia na competição foram: Walter, Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Camacho; Romero, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Guilherme.

Primeiro tempo

O jogo começou sem grandes chances, com a bola concentrada no meio campo. Logo aos quatro minutos, porém, Rafinha se machucou e precisou ser substituído. Em seu lugar, Mano Menezes colocou Arrascaeta.

A mudança fez diferença para o Cruzeiro, que aos 13 minutos conseguiu reverter a vantagem corinthiana. O meia uruguaio cruzou para o argentino Ábila abrir o placar. O resultado parcial foi um banho de água fria para as pretensões corinthianas, já que o resultado em 1 a 0 classificava a equipe mineira pelo critério de gols fora de casa.

A reversão da vantagem, porém, deixou o Corinthians um pouco mais solto no ataque. Oswaldo também promoveu uma mudança no ataque, colocando Romero como centroavante, aumentando a movimentação de Guilherme no ataque.

Assim, o Timão foi abrindo espaço e conseguiu, aos 34 minutos, empatar a partida. O gol foi de Rodriguinho, que recebeu o passe de Uendel. Com o 1 a 1, o Corinthians foi para o intervalo da partida novamente em vantagem.

Segundo tempo

Precisando do resultado, o Cruzeiro voltou pressionando no ataque. O jogo ficou aberto e com chances para ambos os lados, até que aos dez minutos, o Timão teve a chance de selar o placar. Rodriguinho arriscou de fora da área e o rebote sobrou para Guilherme. O meia, que estava livre na pequena área, acabou pegando muito mal na bola e desperdiçando o lance.

Na sequência do lance, porém, a sorte corinthiana mudou. Arrascaeta avançou em velocidade no contra-ataque e invadiu a área do Timão. Pedro Henrique, acompanhou na marcação e o juiz marcou pênalti para o Corinthians. O zagueiro corinthiano levou o amarelo como advertência e reclamou muito da decisão da arbitragem.

Na cobrança, Ábila converteu e desequilibrou o placar. Com o 2 a 1 para a equipe mineira, o jogo iria para pênaltis. Por isso, Mano Menezes optou por não recuar, e continuou pressionando. Aos 16 minutos, Walter evitou mais um gol ao fazer belíssima defesa de um chute à queima roupa dado por Rafael Sóbis.

O goleiro corinthiano, porém, não foi tão feliz na sequência do lance, já que em um escanteio acabou sofrendo o gol. O terceiro gol cruzeirense foi marcado pelo zagueiro Bruno Rodrigo, de cabeça, abrindo 3 a 1 no Mineirão. O resultado, que dava a classificação para o mandante, eliminou a possibilidade de pênaltis.

Aos 25 minutos, Oswaldo optou por substituir Guilherme, e chamou Marlone para o campo. O Corinthians foi todo para cima, mas o Cruzeiro se fechou e dificultou as investidas do Timão. A segunda mexida do técnico, aos 33, foi a vinda de Lucca no lugar de Marquinhos Gabriel.

Desta vez, porém, os avanços do Corinthians é que abriram espaço para o Cruzeiro no contra ataque. Aos 38 minutos, em nova tentativa cruzeirense, a zaga corinthiana cometeu falta infantil. O lance de bola parada culminou com o quarto gol do time mineiro.

Com a derrota praticamente sacramentada, o treinador ainda fez uma mudança na equipe. Colocou Rildo no lugar de Giovanni Augusto. A alteração surtiu efeito imediato, e o atacante marcou belo gol em sua primeira jogada na partida. Apesar disso, o Timão não conseguiu marcar o terceiro e o placar terminou em 4 a 2.

Com o resultado, o Corinthians se despede da Copa do Brasil e coloca o foco total no Campeonato Brasileiro. A equipe precisa continuar a luta para chegar ao G6 e assim conquistar a vaga para a Copa Libertadores de 2017.

O próximo jogo do Timão acontece no domingo, contra o Flamengo, no Maracanã. A partida é válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida entre Corinthians e Cruzeiro

  • 1000 caracteres restantes