Andrés enumera 'baladeiros' do Corinthians e polemiza: 'Time tem que ter uns bandidos'

Andrés enumera 'baladeiros' do Corinthians e polemiza: 'Time tem que ter uns bandidos'

Por Meu Timão

Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, segue influente no Parque São Jorge

Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, segue influente no Parque São Jorge

Foto: Agência Corinthians

Andrés Sanchez concedeu uma de suas mais polêmicas entrevista no início de noite desta quinta-feira. Em bate-papo na Rádio Bradesco FM, o ex-presidente do Corinthians afirmou que equipes de futebol como o Timão precisam ter "bandidos do bem".

"(Jogadores baladeiros) São os que eu gosto. Fui junto (para balada) só com o Ronaldo e com o Edu, quando jogava. A maioria das vezes, encontrava o jogador lá. Desde que ele treine e jogue bem, não sou babá de ninguém. Time de futebol, principalmente o Corinthians, tem que ter uns bandidos, senão não vai", afirmou.

"Corinthians tem que ter meia dúzia, dez bandidos do bem. O maior bandido que eu conheci foi Emerson Sheik, mas bandido do bem. Chegava e falava que no dia seguinte não ia jogar. Foi campeão e não apareceu por dois meses. Vou falar o que? Foi campeão. Mas tem jogador que fica com a cabeça abaixada, quieto, é o que mais tem", completou.

Além de Emerson Sheik, Andrés Sanchez enumerou jogadores que passaram pelo Corinthians durante a gestão da chapa Renovação & Transparência e que, de acordo com o ex-presidente, se enquadrariam no perfil "baladeiro". O cartola inclusive fez uma revelação sobre um jogador do atual elenco alvinegro, o meia Rodriguinho:

"O André eu nunca soube (sobre chegar bêbado). O Rodriguinho chegou uma vez, mas não bêbado, de ressaca. Isso é normal. Quer time mais baladeiro que o de 2009, que fomos campeões invictos do Paulistão? Elias, Jorge Henrique, Cristian, Liedson, Souza, Ronaldo, Roberto Carlos...", argumentou.

Além de Rodriguinho, outro jogador citado e que faz parte do atual elenco do Timão é Cristian. Na reserva desde que voltou ao clube, no início do ano passado, o volante foi uma contratação conduzida pelo próprio Andrés Sanchez.

"É um jogador que tem uma história no Corinthians, todo mundo achou que ele poderia render, e infelizmente não está rendendo isso no Corinthians. É capaz de sair agora no fim do ano e jogar muito bem em outro clube", declarou Andrés.

Veja Mais:

  • Pedrinho, à direita, está na mira de Barcelona, Atlético de Madrid e Chelsea

    Trio europeu monitora Pedrinho; agente aposta em multa de R$ 68 mi para mantê-lo no Corinthians

    ver detalhes
  • Del'Amore é um dos destaques do Corinthians na Copinha-2017

    Zagueiro do Corinthians com ascendência italiana é sondado pela Lazio

    ver detalhes
  • Caixa pode seguir no uniforme do Corinthians para 2018

    Corinthians inicia conversas com Caixa por renovação do patrocínio master

    ver detalhes
  • Walter, em fase final de recuperação. Cássio iniciou a temporada como titular

    Walter recebe visita de médico para voltar a treinar com bola no CT do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes