Oswaldo justifica escolha por Willians e entrada de Lucca após expulsão

Oswaldo justifica escolha por Willians e entrada de Lucca após expulsão

Por Meu Timão

Oswaldo justifica entrada de Williams na equipe titular

Oswaldo justifica entrada de Williams na equipe titular

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O técnico Oswaldo de Oliveira gostou da atuação dos seus comandados depois da partida terminar empatada em 2 a 2 com o Flamengo. O comandante aprovou a intensidade que a equipe teve durante o jogo. Questionado pela entrada de Willians na equipe titular no lugar de Camacho, Oswaldo justificou a sequência de jogos na temporada.

"Alguns jogadores do Corinthians vêm numa sequência de jogos muito intensa e com desgastes. O Camacho já não jogou contra o América porque acusou uma contratura e era muito arriscado ele jogar", afirmou.

Oswaldo reiterou também que a lesão de Camacho poderia se agravar ainda mais e optou sacar o jogador. O camisa 5 correspondeu à expectativa do técnico e enalteceu a forte marcação do volante em cima do armador Diego.

"Ele jogou a Copa do Brasil e, independe disso, nós precisaríamos de mais agressividade na marcação no meio de campo, pela presença do Diego e Arão no meio de campo do Flamengo. E, hoje, claro, com mérito de toda a equipe, do Rodriguinho, do Giovanni, do Marquinhos e do Guilherme, conseguimos ir bem. Mas muito disso, com a colaboração do Willians, já que conseguimos encarar o Flamengo muito melhores do que as outras equipes. Nossa marcação foi de extrema importância hoje", declarou o técnico.

O treinador lamentou a expulsão do meia-atacante Guilherme e disse que a equipe poderia ter matado o jogo no contra-ataque, mesmo com um jogador a menos na partida.

"O Flamengo chegou duas vezes com perigo depois desse momento. Nossas duas arrancadas em contra-ataque nesse período, também foram importante, com Marlone e Willians, poderíamos ter feito gols, inclusive. Quando uma equipe fica em vantagem, assim como ficou o Flamengo, tem que fazer valer isso", completou.

O técnico alvinegro ainda explicou a entrada do atacante Lucca no duelo, quando a equipe soube aguentar a pressão e anular as jogadas ofensivas da equipe carioca.

"Com a entrada do Lucca, nossa equipe conseguiu suportar bem a pressão e neutralizar as jogadas, apesar da desvantagem numérica em campo", encerrou.

Veja Mais:

  • Jô é mais uma vez decisivo para o Timão nos clássicos do Paulista

    'Rei dos clássicos', Jô é decisivo em empate do Corinthians contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Corinthians deve enfrentar o Botafogo-SP nas quartas de final

    Conheça o provável adversário do Corinthians nas quartas de final do Paulistão

    ver detalhes
  • Rogério ceni rendeu elogios ao atual treinador do Corinthians

    Rogério Ceni deixa rivalidade de lado para elogiar atitude de Carille

    ver detalhes
  • Jô marcou o único gol do Corinthians no Majestoso

    Atacante é eleito melhor em campo no clássico; lateral tem nova atuação fraca

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes