Renan aciona o Corinthians na Justiça e exige acerto de dívida

Renan aciona o Corinthians na Justiça e exige acerto de dívida

Por Meu Timão

Renan foi comprado por R$ 5 milhões do Avaí e foi pouco aproveitado no Timão

Renan foi comprado por R$ 5 milhões do Avaí e foi pouco aproveitado no Timão

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Não bastasse a imensa insatisfação que o goleiro Renan causou em toda à torcida corinthiana a partir de suas atuações, o atleta ainda acionou o clube na Justiça Trabalhista, acusando o Timão por danos morais, além de ausências de pagamentos.

Contratado pelo Corinthians em 2011 junto ao Avaí, Renan chegou com status de promessa, após até mesmo ser convocado pela Seleção Brasileira. No entanto, dentro de campo, o arqueiro não fez valer a enorme expectativa criada pelo seu potencial e acabou perdendo o espaço no elenco comandado por Tite, na época.

A quantia solicitada na ação desencadeada é de R$ 250 mil, entretanto, os valores exigidos pelo goleiro são bem maiores ao registrado junto à Justiça, segundo apurado pelo UOL Esporte.

Outro fator que motiva Renan na conduta contra o clube, se deve a seu afastamento do elenco de abril de 2013 a novembro de 2013, e também por ter se tornado recorrente durante o mesmo período em 2015. O atleta exige 40% dos vencimentos durante os 16 meses fora de ação do clube, o que se aproxima de R$ 480 mil.

Além do valor solicitado, mediante aos meses em que ficou impossibilitado de exercer sua função normalmente junto com o elenco corinthiano, o arqueiro pede uma quantia referente às três vezes em que esteve de férias - no intervalo de seus empréstimos. E, por fim, fechando a lista, o atleta garante que o Timão não pagou 15% de seus salários, apontando o clube como o grande responsável pela queda de rendimento na carreira.

Atualmente com 25 anos, Renan está sem clube desde o término de seu contrato com o Corinthians. Assim que chegou ao Timão, assinou um vínculo por cinco anos, ganhando R$ 60 mil mensais, com um aumento de R$ 5 mil a cada temporada.

Visto como um problema pela diretoria corinthiana tempos depois, a partir do enorme investimento e baixo retorno, o arqueiro passou a ser emprestado, passando por diversas equipes: Vitória (2012), Estoril-POR (2012/2013), Guarani (2013), Botafogo-SP (2014), Bragantino (2014), Caxias (2015) e Tigres-RJ (2016).

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes