Sanchez revela valor da dívida da Arena Corinthians

143 mil visualizações 202 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Andrés Sanchez no programa Bola da Vez, da ESPN

Andrés Sanchez no programa Bola da Vez, da ESPN

Reprodução/TV

Ex-presidente do Corinthians e um dos responsáveis pela construção da Arena em Itaquera, Andrés Sanchez abriu o jogo a respeito da dívida do clube referente à construção do empreendimento. De acordo com o cartola, o estádio, inaugurado em maio de 2014, custa hoje em torno de R$ 1,2 bilhão, dos quais cerca de R$ 70 milhões foram quitados.

“Vamos fazer a conta correta. O Corinthians deve hoje R$ 1,2 bilhão. Corinthians tem crédito de quase R$ 500 milhões de CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento). ‘Pô, não vendeu os CIDs?’. Não vendeu, entrou na Justiça, Ministério Público. Agora já ganhou em primeira instância... R$ 1,2 bilhão, tira R$ 500 milhões, dá R$ 700 milhões. Uma hora vai ter que vender nome do estádio, por R$ 200, R$ 300, R$ 500, o valor que for”, disse Andrés Sanchez em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil.

Nome-forte por trás da Arena Corinthians, Sanchez reconheceu o atraso na venda dos naming rights (direitos de nome) e disse que o clube tem aprendido a lidar com o estádio. “Pegou uma crise ‘desgramada’ nunca vista, até o presidente (Roberto de Andrade) disse que o ‘Andrés calculou o camarote caro...’. Primeiro que não fui eu que calculei, no primeiro contrato com a Caixa foi decidido quanto tinha que custar o camarote, que está sendo revisto. Nós vendemos doze, 13 camarotes, se tivesse vendido 40, estamos falando de mais R$ 20, R$ 30 milhões”, declarou.

“O Corinthians não põe um tostão no estádio. Quem paga o estádio é própria receita (de bilheteria). O Corinthians está abrindo mão de R$ 6 milhões, R$ 7 milhões por ano que recebia no Pacaembu. Melhor ano do Corinthians no Pacaembu foi em 2012, que vendeu acho que R$ 37 milhões, mas entra no clube 45% na época, entrou R$ 10 milhões... Hoje arrecada R$ 100 milhões? Que bom. Todo mundo sabia que tinha que pagar o estádio”.

Ainda sobre o assunto, Sanchez negou ser o único culpado pela engenharia financeira, hoje vista como “arriscada”, da Arena. “Todos os movimentos que foram feitos com o estádio foram aprovados no Conselho (Deliberativo) e aprovado no CORI (Conselho de Orientação), todo mundo sabia que tinha que pagar. Ficou mais ardido aqui ou ali, tudo bem, vamos ver se conseguimos pagar mais pra frente. Agora, não pode falar: ‘O time está fraco por conta do estádio!’”, esbravejou.

Por fim, o ex-presidente garantiu que o Corinthians pagará a Arena em sua totalidade em até doze anos, período estipulado em contrato. “Eu tenho certeza que paga, absoluta”, finalizou.

Veja mais em: Andrés Sanchez.

Veja Mais:

  • Corinthians perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 neste sábado

    Corinthians deixa G4 e pode perder posição até o fim da rodada do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Tiago Nunes negou um suposto interesse do Corinthians para a próxima temporada

    Tiago Nunes ressalta respeito a Carille e nega contato com o Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians nunca havia perdido um jogo em que saiu na frente do adversário na Arena

    Após 184 jogos, Corinthians leva a primeira virada jogando na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • [Vitor Chicarolli] Há quanto tempo o Corinthians não joga bem?

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: