De novo com Daronco no apito, Corinthians leva gol impedido e fica no prejuízo

De novo com Daronco no apito, Corinthians leva gol impedido e fica no prejuízo

Por Meu Timão

Impedimento de Rafael Moura no lance do gol do Figueirense

Impedimento de Rafael Moura no lance do gol do Figueirense

O Corinthians foi, mais uma vez, prejudicado pela arbitragem na atual edição do Campeonato Brasileiro. E, curiosamente, pela terceira vez seguida em um jogo apitado por Anderson Daronco.

O gol marcado por Rafael Moura na noite desta quarta-feira, aos 46 minutos do segundo tempo, sacramentando o empate do Figueirense para cima do Timão, foi irregular. O atacante estava em posição de impedimento, mas o bandeirinha não sinalizou e, assim, Daronco validou o lance.

Chama atenção o fato de que o mesmo erro aconteceu em outras duas recentes oportunidades contra o Corinthians. Daronco validou gols irregulares de Gum, do Fluminense, e Guerrero, do Flamengo. Tais tentos impedidos já haviam custado ao Timão uma derrota e um empate.

Ciente da insatisfação do Corinthians com a arbitragem de Anderson Daronco, a CBF trocou, para a partida desta quarta, os bandeirinhas que costumavam trabalhar em sua equipe. Mesmo assim, o Timão voltou a ser prejudicado.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Erros de arbitragem.

Veja Mais:

  • 'General' Balbuena marcou na Colômbia e salvou o Corinthians

    Balbuena marca nos acréscimos e Corinthians se salva de vexame na Colômbia pela Sul-Americana

    ver detalhes
  • Balbuena (à esq.) auxiliou Carille na tradução de perguntas em espanhol após empate em Tunja

    Após noite de herói, Balbuena ataca até de tradutor para Carille em coletiva

    ver detalhes
  • Timão sofreu, mas conseguiu empatar com Patriotas no 'apagar das luzes'

    Dez tweets que descrevem a sensação de todo corinthiano com o empate na Colômbia

    ver detalhes
  • Moisés foi um dos destaques negativos do Corinthians nesta quarta

    Torcida do Corinthians salva Balbuena e detona dupla de jogadores após empate na Colômbia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes