Após indicação ao Puskás e gol da vitória, Marlone desabafa: 'Não somos máquinas'

Após indicação ao Puskás e gol da vitória, Marlone desabafa: 'Não somos máquinas'

Por Meu Timão

Marlone marcou o gol da vitória do Corinthians sobre o Internacional

Marlone marcou o gol da vitória do Corinthians sobre o Internacional

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Destaque do Corinthians na vitória desta segunda-feira sobre o Internacional, na Arena, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, o meia Marlone fez uma espécie de desabafo na saída do gramado. O camisa 8 do Timão, que foi questionado sobre uma suposta queda recente de desempenho, não era escalado como titular desde o último dia 29.

"É normal durante uma temporada um jogo ou dois jogos você diminuir (o desempenho) por causa do desgaste. Essa minha função traz um desgaste. Depois do jogo contra o Santa Cruz, que a gente ganhou de 4 a 2, que fiz um gol e dei uma assistência, isso me desgastou muito. Viagem longa, abafada. Aí pedi para sair depois, na partida seguinte, contra o América-MG", argumentou.

"É desgaste, faz parte da vida de jogador. Não somos máquinas, somos seres humanos. Infelizmente às vezes as coisas não fluem, mas fico feliz por ter feito um gol e ajudado a equipe, voltando à equipe titular", completou.

Logo em sua volta ao time principal do Corinthians, Marlone brilhou. Além de boas finalizações e movimentação ao longo da partida, o meia anotou o gol de pênalti do Timão diante dos gaúchos. E tudo isso no mesmo dia em que foi indicado pela Fifa ao Prêmio Puskás de gol mais bonito da temporada.

"Uma coisa puxou a outra, sem dúvida. Só de estar concorrendo com Messi e Neymar e grandes atletas do futebol mundial... Só isso é uma vitória, estar entre os dez, representando o Corinthians. Agora é estar trabalhando e evoluindo cada vez mais", declarou, apontando interferência positiva da indicação ao prêmio na atuação desta segunda-feira.

Veja mais em: Marlone e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

    Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

    ver detalhes
  • Fagner não corre risco de perder finais do Paulistão

    Julgamento de Fagner por suposta agressão no Majestoso acontecerá só após finais do Paulistão

    ver detalhes
  • Jadson, com a 10, fez um dos gols contra a Universidad de Chile na Arena

    Corinthians vai devolver camisa 10 a Jadson; utilização na decisão ainda é incógnita

    ver detalhes
  • Pedrinho assinou por mais dois anos com o Corinthians

    Corinthians renova contrato com meia Pedrinho

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes