Zé Elias escreve carta a 'herói' Mário Sérgio, vítima do voo da Chapecoense

Zé Elias escreve carta a 'herói' Mário Sérgio, vítima do voo da Chapecoense

Por Meu Timão

Ex-jogador do Corinthians e comentarista dos canais ESPN, Zé Elias usou suas redes sociais para divulgar uma carta escrita por ele a Mário Sérgio, técnico responsável por sua promoção aos profissionais e uma das vítimas fatais do acidente aéreo com parte da delegação da Chapecoense nos arredores de Medellín, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira.

À mão, Zé relembrou o início da carreira no Parque São Jorge, onde se destacou durante um treinamento comandado por Mário Sérgio. Embora aposentado como treinador, “Seo Mário” estava no avião porque participaria da transmissão do jogo entre Chapecoense e Atlético Nacional (COL), na quarta, pela final da Copa Sul-Americana.

“Seo Mário é meu treinador, meu amigo, pai e acima de tudo meu herói. Heróis daqueles invencíveis, desses que te protege e que quando está ao seu lado ninguém pode lhe fazer mal”, diz um trecho da carta.

Revelado nas divisões de base do Corinthians, Zé Elias caiu nas graças da torcida alvinegra após atuações incansáveis. Com muita raça e aplicação tática, o volante chegou a ser convocado para defender a Seleção em 1995, ano em que conquistou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil pelo Timão. Apelidado de “Zé da Fiel”, disputou os Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, pouco antes de se transferir para o Bayer Leverkusen. Com o manto, fez 161 jogos e marcou dois gols.

Já Mário Sérgio, comentarista da FOX Sports desde 2012, teve passagens por grandes clubes como jogador antes de se aventurar como técnico de futebol. Como meia, atuou por Flamengo, Fluminense, Botafogo, Vitória, Bahia, Palmeiras, São Paulo, Internacional, Grêmio, entre outros. No Corinthians, fez seu primeiro grande trabalho como treinador, em 1993, quando perdeu apenas um jogo no comando do time. Ele chegou a retornar ao Parque São Jorge em 1995, quando disputou 31 partidas.

Veja a carta de Zé Elias

São Paulo, 3 de setembro de 1993, meu 1º treino no profissional do Corinthians.

Eu garoto com 16 anos, magricelo e que havia participado de apenas dois jogos no ano pelos juniores do Corinthians.

Começa o treino, após 20 minutos o treinador me chama, me dá o colete de titular e manda o time correr. Sofro falta que o Rivaldo bate e marca um gol. Mais 15 minutos dou uma assistência para o Válber, que marca o 2º gol do time.

Eu me dirijo para tomar água quando o treinador me chama e diz: ‘Garoto, te cuida que com 16 anos pra mim já é homem. Amanhã você começa a treinar no profissional'.

Estas foram as primeiras palavras do Seo Mário Sérgio para mim. Palavras que nunca foram esquecidas e que nunca serão.

Seo Mário é meu treinador, meu amigo, pai e acima de tudo meu herói. Heróis daqueles invencíveis, desses que te protege e que quando está ao seu lado ninguém pode lhe fazer mal.

No seu último aniversário (7 de setembro) lhe agradeci por tudo que sou e que tenho hoje. No final, lhe disse: ‘Seo Mário, quero que o senhor saiba que eu te amo. Sei que não sou seu filho de sangue, mas quero que o senhor saiba que me sinto como tal'.

Seo Mario era muito emotivo, tinha o coração enorme. Apenas me respondeu: ‘Zé, eu que te agradeço'.

Hoje ele se foi, meu herói se foi, aquele que era minha fonte de inspiração em muitas das coisas que eu fazia ou pensava.

Seo Mário, não tive tempo para lhe dizer que se hoje trabalho como comentarista é por causa do senhor. Era o senhor que eu admirava antes mesmo de jogar, era o senhor que eu assistia para aprender a ser sincero e imparcial.

Seo Mário, era o senhor que eu queria ser!!!

Seo Mário, sei que o senhor está me escutando em algum lugar deste mundo.

Quero acreditar que não é verdade, mas a dor em meu coração e as lágrimas que correm pelo meu rosto me fazem voltar à triste realidade de saber que não vou mais poder escutar o seu: ‘Fale, Zé, tudo bem contigo?'.

Seo Mário, um dia sei que estarei ao seu lado para poder estar ao seu lado e lhe dizer: ‘Obrigado, Seo Mário'.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians e Acidente aéreo da Chapecoense.

Veja Mais:

  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes