Dirigentes do Timão criticam postura do Internacional após mudanças no Brasileirão

Dirigentes do Timão criticam postura do Internacional após mudanças no Brasileirão

Por Meu Timão

Diretor de futebol, Flávio Adauto comentou adiamento da última rodada do Brasileiro

Diretor de futebol, Flávio Adauto comentou adiamento da última rodada do Brasileiro

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Depois das polêmicas declarações do vice-presidente do Internacional, Fernando Carvalho, sobre o adiamento da última rodada do Campeonato Brasileiro, a diretoria do Corinthians se pronunciou sobre a situação. O calendário do futebol brasileiro foi alterado após o trágico acidente aéreo envolvendo a delação da Chapecoense, que deixou 71 mortos entre jogadores, dirigentes, jornalistas e tripulação.

O mandatário da equipe do Sul falou sobre “tragédia particular” do clube que foge do rebaixamento, depois do adiamento dos últimos confrontos da competição nacional terem sido definidos. Em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, e o gerente de futebol, Alessandro Nunes, repudiaram a declaração do dirigente sulista.

“A rodada devia ser jogada. Não vai ser normal por causa dos aspectos psicológicos, mas as coisas têm de se desenvolver. O drama do Inter não é um milésimo do que está passando a Chapecoense. Se internamente eles têm problemas e se manifestam, é um direito deles. Particularmente não concordo (...) Não temos como avaliar o sofrimento dos outros. Não dá para comparar nada com o que estão vivendo as pessoas da Chapecoense”, afirmou o diretor.

O diretor continuou reforçando o seguimento do Campeonato Brasileiro, mas foi contra ideia da Chapecoense ter que cumprir o seu compromisso em campo na última rodada da competição. O campeonato tem de seguir após essa semana de luto. Tem de ser jogada a última rodada. Só excluo desse normal a possibilidade de a Chapecoense jogar. Se não tiver esse jogo, está plenamente justificado. Os demais nove jogos têm de ser jogados normalmente”, declarou Adauto.

Questionado sobre o mesmo assunto, Alessandro Nunes, ex-jogador do Corinthians e atual gerente de futebol do clube, foi conivente a declaração do diretor do seu departamento. O dirigente ressaltou que o momento e, principalmente, o psicológico dos jogadores, dificulta uma disputa nos gramados.

“Concordo com o Flávio. Não existe nenhuma situação que possa justificar essa partida da Chapecoense. Com que cabeça o atleta vai vestir a camisa? Não tem mais uma disputa, um objetivo durante os 90 minutos, isso não existe”, disse o gerente.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians, Campeonato Brasileiro e Acidente aéreo da Chapecoense.

Veja Mais:

  • Fábio Carille está com sua renovação bem encaminhada

    Após conversa no CT, Corinthians trata renovação de Carille como questão de tempo

    ver detalhes
  • Torcedores podem ouvir listas de músicas criadas por jogadores do Timão

    Corinthians anuncia parceria com serviço de streaming de música

    ver detalhes
  • Lucca perdeu espaço em 2017, mas vem se destacando no Brasileirão pela Ponte Preta

    Valor estipulado pelo Corinthians esfria interesse francês no atacante Lucca

    ver detalhes
  • Clayson foi escolhido por Carille para, mais uma vez, substituir Jadson

    Corinthians encerra preparação, e Carille mantém escalação sem Jadson para jogo deste sábado

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhores comentários

    Foto do perfil de Corintiano

    Ranking: 95º

    Corintiano 4196 comentários

    por @corintianosp

    " O drama do Inter não é um milésimo do que está passando a Chapecoense. Se internamente eles têm problemas e se manifestam, é um direito deles. Particularmente não concordo (...) Não temos como avaliar o sofrimento dos outros. Não dá para comparar nada com o que estão vivendo as pessoas da Chapecoense?, afirmou o diretor.

    Não precisa dizer mais nada, esse time do DVD quer arrumar confusão pra fugir da queda...

  • Foto do perfil de Deco

    Ranking: 42º

    Deco 7672 comentários

    por @deco20

    Deveriam:

    1. Garantir que a Chapecoense fique livre dos rebaixamentos pelos próximos 3 anos;

    2. Garantir que o Internacional seja rebaixado e fique 3 anos sem subir, por falta de fair play, espírito esportivo, espírito humano e decência!

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Helcimar

    Ranking: 5969º

    Helcimar 91 comentários

    51º. por @helcimar

    Estamos falando de 71 vidas que se foram tragicamente nesse acidente. Os Colombianos deram uma aula de civilização e nos ensinaram o que é o verdadeiro espirito esportivo. Já esse Fernando Carvalho é como um câncer no futebol brasileiro e deveria ser banido do esporte para sempre!

  • Foto do perfil de Ronaldo

    Ranking: 656º

    Ronaldo 982 comentários

    50º. por @ronaldo.bonfim.de.ol

    E eu achando que só vasco e Fluminense que eram sem vergonhas a esse ponto de querer usar o tapetão esse time e de dvd pirata mesmo não vale nada

  • Foto do perfil de França

    França 1 comentário

    49º. por @franca.ribeiro

    Posso estar errado, mas no que se refere ao jogo Chapecoense X Atlético Mineiro da última rodada, para não serem interpelados ou prejudicados por alguma ação da "respeitada e séria " CBF através do não menos idóneo STJD, sugiro que os jogadores entrem em campo, façam uma fila intercalando jogadores dos dois clubes e, após as formalidades se posicionem em campo como se fossem iniciar a partida. Com o apito inicial do árbitro, que toquem na bola pra que o tempo de jogo possa ser contado e que, a partir daí, todos se sentem em campo. Que se repita o mesmo no segundo tempo e que a torcida mantenha-se sentada e em silêncio durante os 90 minutos. Quanto ao time da loira da Band, @renatafan, tenham vergonha na cara e enfrentem como homens suas falhas e erros de planejamento, além de incompetência ao longo do ano. Usar a desgraça alheia como desculpa para a própria incapacidade, é no mínimo baixo e desprezível!

  • Foto do perfil de Lúcia

    Ranking: 191ª

    Lúcia 150 comentários

    48º. por @luciatimao

    Não tem porque encerrar o campeonato sem a última rodada. A Chapecoense tudo bem não jogar. Eles não tem condições psicológicas nenhuma de entrar em campo. Mas os outros tem. É triste, difícil.? Lógico. Mas tem que seguir. É uma partida para prestar uma última homenagem, acima de tudo. E como disse o Flávio, o drama do Inter não é um milésimo do drama da Chapecoense.

  • Foto do perfil de Cláudio

    Ranking: 7º

    Cláudio 20592 comentários

    47º. por @claudioalves

    2ª Feira Conversamos.

  • Foto do perfil de Luiz

    Ranking: 8º

    Luiz 19315 comentários

    46º. por @timao.in.rio

    Inter vai chorar na série B.

  • Foto do perfil de Junior

    Ranking: 15º

    Junior 16450 comentários

    45º. por @junior.peres4

    VERGONHA

  • Foto do perfil de Ryan

    Ryan 16 comentários

    44º. por @ryan.melo1

    O SC Corinthians Paulista é PRETO e BRANCO e onde passa deixa encanto. RESPEITEM NOSSO MANTO! O internacional já é da série B desprezível igual a questão do nosso time jogar de verde. Respeitem o manto sagrado do todo poderoso Timão, existem diversas formas de homenagear nossos irmãos que se foram da chapecoense. Esquecem o verde! Painel no estádio já foi feito, sala de imprensa e pode fazer mais sem por o verde! Uma sugestão faça como foi feita para o nosso jogador Sócrates! Mais verde no manto NUNCA!

  • Foto do perfil de Luana

    Luana 1 comentário

    43º. por @luzinha2608

    Fikei orgulhosa como corinthiana no que eles falaram, concordo plenamente o que eles disseram...e outra se o internacional for mesmo rebaixado qual o problema? Nóis não fomos, o Palmeiras não foi o rival deles não foram...isso não é o fim do mundo e sim o que os torcedores da chapecoense, parentes e amigos estão passando!

  • Foto do perfil de Deco

    Ranking: 42º

    Deco 7672 comentários

    42º. por @deco20

    Deveriam:

    1. Garantir que a Chapecoense fique livre dos rebaixamentos pelos próximos 3 anos;

    2. Garantir que o Internacional seja rebaixado e fique 3 anos sem subir, por falta de fair play, espírito esportivo, espírito humano e decência!