Oswaldo cita trabalho do Corinthians por reforços e revela estratégia

Oswaldo cita trabalho do Corinthians por reforços e revela estratégia

Por Meu Timão

4.2 mil visualizações 68 comentários Comunicar erro

Oswaldo trabalha ao lado da diretoria por reforços

Oswaldo trabalha ao lado da diretoria por reforços

Agência Corinthians

Além da intensa preocupação a respeito da classificação à Libertadores da América do ano que vem, o Corinthians também possui outra importante prioridade para a temporada seguinte. Perto de completar dois meses no comando técnico da equipe, Oswaldo de Oliveira sabe da necessidade de reforços para o elenco corinthiano, a fim de elevar o nível técnico e competitividade para 2017.

"Desde que cheguei aqui temos conversado diariamente sobre esse assunto, até porque já era época, eu cheguei em meados de outubro. Algumas coisas avançaram, outras não foram possíveis, outras estamos conseguindo adiantar...", declarou o comandante corinthiano, em entrevista coletiva nesta sexta-feira no CT Joaquim Grava.

Escolhido pelo presidente Roberto de Andrade, Oswaldo de Oliveira segue trabalhando também fora de campo, com o objetivo de indicar e auxiliar o clube na busca por reforços. Até o momento, com apenas dois nomes garantidos - mediante ao acerto com os atacante Jô e Luidy -, o treinador corinthiano também solicita atletas de outras posições.

Oswaldo assumiu o cargo na reta final do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, pegou o Corinthians em total instabilidade na competição após perder os principais jogadores do elenco. Focado em achar peças de reposição no mercado, o treinador tem em mente a chegada de, ao menos, um zagueiro, um volante e um meia de criação, a última, no entanto, foi abastecida de esperança com as recentes especulações envolvendo Wagner.

"É o que digo sempre, não posso me focar em um nome, como o do Wagner. Só vou falar do jogador quando vestir a camisa, estiver treinando... Quando a gente não tem a certeza, não adianta ficar falando. Pois se a negociação não se realiza, são palavras ao vento", completou o treinador, ciente de que não há nenhum tipo de acerto.

Mesmo com a realização de exames médicos e testes físicos no CT Joaquim Grava há cerca de duas semanas, além da definição no valor salarial, o meia Wagner está cada vez mais longe do Corinthians. O jogador carrega um processo junto ao seu ex-clube, o Tianjin Teda, da China, e só deve regularizar a situação ao final de janeiro.

Porém, o prazo está fora dos planos corinthianos, que almeja iniciar a pré-temporada no início do ano, já que irá disputar a Florida Cup, torneio preparatório que tem início previsto justamente para janeiro. Sendo assim, Wagner poderia cravar seu acerto com o clube, mas corre o risco de perder o processo na justiça desportiva, o que não agrada o Corinthians.

Aguardando o término do Campeonato Brasileiro, o Timão, além de Wagner, também cogita as contratações dos zagueiros Ernando e do volante Rithely, jogadores de Internacional e Sport, respectivamente.

O Corinthians volta a campo no dia 11, às 17h, quando enfrenta o Cruzeiro no estádio do Mineirão pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Somando 55 pontos, a equipe comandada pelo técnico Oswaldo de Oliveira ocupa o sétimo lugar na classificação.

Veja mais em: Oswaldo de Oliveira, Mercado da bola e Wagner.

Veja Mais:

  • Fagner e Clayson, além de Ramiro, são os jogadores do Corinthians mais advertidos com amarelo no primeiro semestre

    Primeiro semestre do Corinthians: uma única expulsão e quarteto com mais cartões amarelos

    ver detalhes
  • Walter ganhou mais um interessado na sua contratação

    Com foco ainda em 2019, Ceará demonstra interesse em contratação de Walter

    ver detalhes
  • Willian Felix assinou com o Corinthians para integrar a equipe Sub-23

    Corinthians contrata lateral-esquerdo do São Bernardo para elenco Sub-23

    ver detalhes
  • Arena Corinthians volta a receber jogo do Timão daqui um mês

    Dérbi e 'overdose de Arena Corinthians': CBF desmembra rodadas do Brasileirão pós-Copa América

    ver detalhes

Comente a notícia: