Dinei detona reforços do Corinthians: 'Shazam é sacanagem'

7.0 mil visualizações 77 comentários

Por Meu Timão

Dinei criticou reforços do Corinthians e pediu que jogadores da base ganhem chance no time profissional

Dinei criticou reforços do Corinthians e pediu que jogadores da base ganhem chance no time profissional

Reprodução/FOX

Jô, Luidy, Paulo Roberto, Kazim... As contratações do Corinthians para a temporada 2017 não têm sido criticadas apenas pela torcida. Ex-jogador do Timão e ídolo da Fiel, Dinei detonou o nível técnico dos reforços do clube e lamentou as decisões recentes do presidente Roberto de Andrade, por quem possui grande apreço.

“Acho que nesta nova temporada nós vamos sofrer, porque o Corinthians está querendo contratar Kazam, o Shazam (Kazim, atacante do Coritiba), o menino do Uruguai (Álvaro Pereira). Só falta contratar Jeannie é um Gênio e o homem lá da lâmpada pra dar uma sorte”, ironizou Dinei durante participação ao vivo no programa Bom Dia FOX.

“Trazer Kazam estão de sacanagem, né. Se é pra trazer o Kazam, pra gente sofrer, então vamos sofrer com a molecada da base. Porque trazer Álvaro Pereira, trazer Kazam, Shazam e Jeannie é um Gênio com lâmpada, aí não dá. Vamos sofrer muito”, continuou o ex-atleta, pedindo mais chances aos atletas oriundos das categorias de base.

“Kazam? Tão de sacanagem comigo!”, alertou. “Acho o seguinte: o Roberto de Andrade é meu irmão, mas se é pra trazer esses jogadores, com todo o respeito a esses jogadores aí... Nem sei como é que fala, Kazam, Shazam...”, lamentou Dinei.

“Kazim”, corrigiu o repórter da emissora. “É, vocês entenderam. Bota a molecada! Tenho certeza, porque já fui da Gaviões da Fiel, que se jogar limpo com os torcedores, (dizer) 'nós não temos dinheiro' e dar apoio à base, a torcida vem junto. Aí se trazer esses jogadores meia-bocas e o time começar a não dar resultado, a torcida vai cair de pau”.

Dinei teve duas passagens pelo Corinthians (1990-1992 e 1998-2000). Durante os períodos, disputou 194 jogos, marcou 34 gols e foi campeão mundial, tricampeão brasileiro e bicampeão paulista. Aos 46 anos, ele segue identificado com a Fiel.

“Sabe como é que é, Corinthians sem dinheiro e aí fica difícil. Pra trazer esses jogadores meia-bocas e perder esses jogadores (Marlone, Rodriguinho, etc.)... Sou da seguinte opinião: se tivesse trabalhando como diretor de futebol do Corinthians daria oportunidade para a molecada (da base). Mas isso nunca vai acontecer porque não é minha área, não quero mais saber de futebol”, finalizou.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Contratações do Corinthians e Kazim.

Veja Mais:

  • Transferência de Davó foi anulada nos tribuinais

    Justiça aponta fraude e contratação de Davó pelo Corinthians pode ser anulada; entenda

    ver detalhes
  • Olha onde foi parar a grana da venda do Pedrinho | Corinthians x Benfica

    VÍDEO: Olha onde foi parar a grana da venda do Pedrinho | Corinthians x Benfica

    ver detalhes
  • Camisa personalizada em homenagem a Neto por conquista do Brasileirão 1990

    Corinthians vende camisas personalizadas de ídolos e do time feminino, veja opções

    ver detalhes
  • Parque São Jorge segue fervendo nos bastidores

    Conselho de Orientação do Corinthians marca acareação para explicações sobre contas de 2019

    ver detalhes
  • Tiago Nunes intensifica trabalhos táticos para volta dos jogos do Paulistão

    Tiago Nunes trabalha saída de bola do Corinthians em atividade tática no CT; veja fotos

    ver detalhes
  • Matheus Matias foi uma das apostas recentes do Corinthians no mercado

    Diretor revela que alertou Andrés Sanchez sobre excesso de contratações no Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: