Dinei detona reforços do Corinthians: 'Shazam é sacanagem'

Dinei detona reforços do Corinthians: 'Shazam é sacanagem'

Por Meu Timão

6.9 mil visualizações 93 comentários Comunicar erro

Dinei criticou reforços do Corinthians e pediu que jogadores da base ganhem chance no time profissional

Dinei criticou reforços do Corinthians e pediu que jogadores da base ganhem chance no time profissional

Foto: Reprodução/FOX

Jô, Luidy, Paulo Roberto, Kazim... As contratações do Corinthians para a temporada 2017 não têm sido criticadas apenas pela torcida. Ex-jogador do Timão e ídolo da Fiel, Dinei detonou o nível técnico dos reforços do clube e lamentou as decisões recentes do presidente Roberto de Andrade, por quem possui grande apreço.

“Acho que nesta nova temporada nós vamos sofrer, porque o Corinthians está querendo contratar Kazam, o Shazam (Kazim, atacante do Coritiba), o menino do Uruguai (Álvaro Pereira). Só falta contratar Jeannie é um Gênio e o homem lá da lâmpada pra dar uma sorte”, ironizou Dinei durante participação ao vivo no programa Bom Dia FOX.

“Trazer Kazam estão de sacanagem, né. Se é pra trazer o Kazam, pra gente sofrer, então vamos sofrer com a molecada da base. Porque trazer Álvaro Pereira, trazer Kazam, Shazam e Jeannie é um Gênio com lâmpada, aí não dá. Vamos sofrer muito”, continuou o ex-atleta, pedindo mais chances aos atletas oriundos das categorias de base.

“Kazam? Tão de sacanagem comigo!”, alertou. “Acho o seguinte: o Roberto de Andrade é meu irmão, mas se é pra trazer esses jogadores, com todo o respeito a esses jogadores aí... Nem sei como é que fala, Kazam, Shazam...”, lamentou Dinei.

“Kazim”, corrigiu o repórter da emissora. “É, vocês entenderam. Bota a molecada! Tenho certeza, porque já fui da Gaviões da Fiel, que se jogar limpo com os torcedores, (dizer) 'nós não temos dinheiro' e dar apoio à base, a torcida vem junto. Aí se trazer esses jogadores meia-bocas e o time começar a não dar resultado, a torcida vai cair de pau”.

Dinei teve duas passagens pelo Corinthians (1990-1992 e 1998-2000). Durante os períodos, disputou 194 jogos, marcou 34 gols e foi campeão mundial, tricampeão brasileiro e bicampeão paulista. Aos 46 anos, ele segue identificado com a Fiel.

“Sabe como é que é, Corinthians sem dinheiro e aí fica difícil. Pra trazer esses jogadores meia-bocas e perder esses jogadores (Marlone, Rodriguinho, etc.)... Sou da seguinte opinião: se tivesse trabalhando como diretor de futebol do Corinthians daria oportunidade para a molecada (da base). Mas isso nunca vai acontecer porque não é minha área, não quero mais saber de futebol”, finalizou.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Contratações do Corinthians e Kazim.

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes
  • Time comandado por Jair Ventura segue distante dos grupo de classificados para a próxima Libertadores

    Corinthians ganha posição após empate, mas já sabe que termina rodada em oitavo; entenda

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes