CBF faz exigências, e Corinthians precisa de diretoria remunerada para jogar Brasileirão-2018

CBF faz exigências, e Corinthians precisa de diretoria remunerada para jogar Brasileirão-2018

Por Meu Timão

9.3 mil visualizações 106 comentários Comunicar erro

Diretoria do Corinthians terá de ser remunerada de acordo com novas exigências da CBF

Diretoria do Corinthians terá de ser remunerada de acordo com novas exigências da CBF

Foto: Divulgação

A CBF divulgou, nesta quinta-feira, detalhes a respeito do Regulamento de Licença de Clubes. A novidade diz respeito a uma série de adequações que os clubes de futebol do Brasil terão de adotar para estarem aptos a participar de competições nacionais e internacionais já a partir de 2018.

No caso do Corinthians, a principal mudança terá de acontecer diretoria. Uma das exigências da CBF é de que os clubes remunerem seus diretores, sejam eles de futebol, de marketing, de finanças, de comunicação ou de segurança.

O objetivo da CBF com tal medida é aproximar os departamentos de futebol dos clubes a gestões profissionais. No caso do Timão, por exemplo, os diretores são escolhidos pelo presidente de cada mandato e não recebem qualquer tipo de remuneração declarada pela agremiação.

Outras novidades anunciadas pela CBF, mas que não devem cansar tanta dor de cabeça ao Corinthians, são a obrigatoriedade de um time de futebol feminino (ou a parceria com algum clube que atue na categoria feminina) e de um programa de desenvolvimento para as categorias de base.

Atualmente, o Timão é parceiro do Audax na modalidade feminina. No que diz respeito ao futebol de base, o clube tem grande prestígio nos bastidores da CBF, apesar de ter sofrido com escândalos da antiga diretoria no ano passado.

Vale destacar que os clubes têm de se adequar às novidades já para o ano que vem se quiserem disputar o Campeonato Brasileiro da Série A - a exemplo do que a Conmebol também exige para inscrever clubes em suas competições na próxima temporada. Para as Séries B, C e D, as exigências passarão a valer a partir de 2019, 2020 e 2021, respectivamente.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Caio Mello, fisioterapeuta, antes de um dos jogos do Corinthians

    Reunião com Andrés define situação de membros da comissão técnica que discutiram publicamente

    ver detalhes
  • Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

    Jadson se torna artilheiro da era Jair Ventura; meia participou de 12 dos últimos 20 gols do Timão

    ver detalhes
  • Duelo ganhou ares dramáticos com prorrogação, mas terminou em alívio e comemoração dos corinthianos

    Em jogo dramático, pivô faz três, Corinthians segura empate na prorrogação e vai às quartas da LNF

    ver detalhes
  • [Lucas Faraldo] Você vai rir (ou chorar) ao se lembrar disso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes