Jô desabafa após decidir clássico na Arena, elogia Kazim e exalta Fiel

Jô desabafa após decidir clássico na Arena, elogia Kazim e exalta Fiel

7.2 mil visualizações 105 comentários Comunicar erro

Jô anotou gol da vitória em Itaquera

Jô anotou gol da vitória em Itaquera

Daniel Augusto Junior / Agência Corinthians

Autor do único gol do Corinthians sobre o Palmeiras, nesta noite de quarta-feira, na Arena, o centroavante Jô mal conseguiu conter a emoção ao deixar o campo. Reserva no Dérbi, o camisa 7 celebrou o triunfo em Itaquera, desabafou a respeito de seu retorno ao Timão e agradeceu o carinho da Fiel.

“Cara, muita alegria. Um jogo difícil, um jogo que requer muita atenção, envolve muita coisa. Uma expulsão que eu não posso falar agora, tenho que ver detalhes - mas no meu modo de vista um pouco injusta - mas faz parte do futebol. Mas isso aqui é grupo, cara. Quem joga, quem entra depois tem que entrar com essa concentração”, afirmou Jô.

“Tô aqui para ajudar o grupo, se tiver que ser titular ou entrar depois, o mais importante é fazer igual a gente fez. Levantar a cabeça e fazer o gol”, acrescentou o atacante, que voltou a elogiar os mais de 30 mil presentes em Itaquera. “Muito feliz, parabenizar a torcida maravilhosa que compareceu, e esse grupo tá de parabéns”.

De acordo com Jô, preterido por Kazim no primeiro clássico da temporada, ele nunca perdeu a confiança em seu futebol. “É nesses momentos que a gente fica feliz. Agora, cada dia que passa eu tenho certeza que Deus está comigo, sempre aprendendo. Não pode abaixar a cabeça, se eu ficasse chateado, eu não pensaria no grupo”, disse. “Eu aprendi muito com a vida, muitas vezes pensei só em mim e só eu saí prejudicado. Agora com esse grupo maravilhosos eu pude ajudar, com todo amor, eu fico feliz de ajudar”.

Antes de seguir para o vestiário, Jô ainda enalteceu o concorrente de posição Kazim, que atuou como referência do ataque alvinegro diante do Palmeiras. “Esse grupo é maravilhoso, tenho certeza que vamos colher muitos frutos nesse ano. Ele (Kazim) é um cara maravilhoso, a gente sempre conversa, mas temos muito que crescer ainda”, finalizou.

Confira outros pontos da entrevista de Jô

GOL DA VITÓRIA

Futebol tem isso. O gostoso do futebol é a emoção, jogo cheio de emoções, faltava uma dessa. Eu com a minha felicidade, um pouco de experiência, com dois toques consegui fazer o gol. Parabéns ao grupo, à torcida que apoiou até o final. Esse grupo tem muito a escolher.

EXPULSÃO EQUIVOCADA?

Jogo de satisfação, jogamos parte do primeiro e o segundo tempo inteiro sem um jogador. Não vamos encantar, o time está em evolução, mas Corinthians é isso aqui. O mais importante é esse espírito de grupo.

GOL MAIS IMPORTANTE DA CARREIRA?

Um dos. O retorno ao meu clube, clube que me projetei ao futebol, sonhei com esse gol. Contra o Palmeiras, então. Agradeço a Deus por tudo isso. Não conseguimos nada, foi apenas uma vitória. Temos muito a crescer. Temos que dar méritos ao Carille.

Veja mais em: Derbi e .

Veja Mais:

  • 'Não sei por que fazem tanto romance em torno disso', declarou Rosenberg sobre dívida pela Arena

    Rosenberg atualiza dívida do Corinthians pela Arena: 'Na pior das hipóteses, deve R$ 650 milhões'

    ver detalhes
  • Mais maduro, Pedrinho quer aumentar coleção de títulos pelo Corinthians em 2019

    Questionado sobre Carille, Pedrinho sugere permanência no Corinthians para 2019

    ver detalhes
  • Jorge Henrique foi Campeão da Libertadores e do Mundial na temporada de 2012

    Jorge Henrique analisa comparação de estilo de jogo com Romero e fala em 2019 melhor no Corinthians

    ver detalhes
  • Atacante Janderson é opção para Barroca em duelo com Internacional; bola rola às 16h

    Classificados, Corinthians e Internacional duelam por liderança na Copa RS

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes