Sem contrato, artilheiro do sub-17 tem futuro indefinido

5.3 mil visualizações 45 comentários

Por Meu Timão

Caio Emerson foi autor de sete gols na conquista da Copa do Brasil Sub-17 de 2016

Caio Emerson foi autor de sete gols na conquista da Copa do Brasil Sub-17 de 2016

Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Artilheiro da equipe Sub-17 do Corinthians na conquista da Copa do Brasil da categoria no ano passado, com sete gols, o atacante Caio Emerson vive um verdadeiro imbróglio no clube.

Com vínculo com o Corinthians acertado até o fim de fevereiro, Caio contava com um acordo prévio de renovação de contrato assim que completasse 16 anos. O jogador, que foi contratado sem custos do Cruzeiro para a categoria Sub-15, custaria um investimento de R$ 1 milhão para o Timão na compra de 50% dos seus direitos econômicos. Porém, o presidente Roberto de Andrade negou o acordo realizado pelo ex-presidente Mário Gobbi e o pacto com o atacante não será traçado.

O Corinthians chegou a apresentar propostas a Caio, que recusou uma assinatura do contrato profissional por meio do seu empresário. A melhor oferta teria se aproximado de R$500 mil. Recentemente, Caio chegou a ser dado como certo em tratativa com o Everton, da Inglaterra, mas a negociação não teve avanço e ele continuou no clube alvinegro. O jogador também já negocia com outros times da europeus como Barcelona e Granada, da Espanha.

Até o último fim de semana, o Corinthians permanecia com um contrato de amador com o atacante. O vínculo assegura para o clube o direito de receber o valor investido pelo atleta, nos últimos três anos, mesmo com a data expirada. Segundo o estafe de Caio, uma liberação desta forma custaria cerca de R$ 600 mil.

Caio Emerson em disputa de bola pelo Corinthians

Caio Emerson em disputa de bola pelo Corinthians

Agência Corinthians

No primeiro semestre do ano passado, o Corinthians informou à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) que detinha 100% dos direitos econômicos de Caio. Porém, o Timão conta com apenas 25%, enquanto os empresário do atleta e o Cruzeiro (seu ex-clube) possuem 50% e 25%, respectivamente. Sendo assim, a tentativa de renovação e a compra de mais 25% de passe do jogador não pode ser registrada.

Caio ficou longe dos gramados nos últimos meses devido a situação de seu contrato, quando o Corinthians chegou a solicitar à CBF que não levasse o jogador para a Seleção Brasileira da categoria. O atacante não treina no Parque São Jorge desde de junho do ano passado.

Segundo o empresário de Caio Emerson, Taciano Pimenta, as tratativas com o Corinthians não foram pausadas em entrevista ao repórter Dassler Marques, do UOL: "Tivemos reuniões com o Fausto, novo diretor da base, e com outro diretor ligado ao presidente para tentar viabilizar. Quando ele foi artilheiro da Copa do Brasil, tivemos muita procura, algumas consultas, mas os clubes hoje têm medo de que se caracterize assédio na Fifa", comentou o agente.

Questionado sobre o caso pela reportagem do UOL, o diretor do departamento de base do Corinthians, Fausto Bittar, garantiu que o caso foi passado para a área jurídica do clube. Os responsáveis pelo setor alvinegro não foram localizados para esclarecimento.

Veja mais em: Mercado da bola e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Luan ainda não terminou uma partida depois da paralisação

    Luan foi substituído em todos os jogos do Corinthians após a pausa; saídas nos Dérbis vieram antes

    ver detalhes
  • Pedrinho publica foto com camisa do Benfica após chegar em Portugal nesta sexta-feira

    Ex-Corinthians, Pedrinho chega em Portugal para se apresentar ao Benfica

    ver detalhes
  • Cássio é o único titular em campo no treino do Corinthians desta quinta-feira

    Corinthians volta aos trabalhos no CT após empate em Dérbi; veja provável time para decisão

    ver detalhes
  • Sornoza marca golaço pela LDU

    Emprestado pelo Corinthians, Sornoza marca golaço do meio de campo no Equador; assista

    ver detalhes
  • Protesto acontece após divulgação da escala de arbitragem

    Antes de decisão contra o Corinthians, torcedores do Palmeiras vão à FPF protestar por arbitragem

    ver detalhes
  • Três trunfos que Corinthians ganha pra finalíssima e os limites da pressão sobre arbitragem | RMT #7

    VÍDEO: Três trunfos que Corinthians ganha pra finalíssima e os limites da pressão sobre arbitragem | RMT #7

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: