Carille, sobre possível retorno de Emerson Sheik ao Corinthians: 'Joga em qualquer equipe'

179 mil visualizações 267 comentários

Por Meu Timão

Aos 38 anos, Emerson Sheik pode pintar no Corinthians

Aos 38 anos, Emerson Sheik pode pintar no Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A Fiel pode começar a se acostumar: verá nos próximos dias diversas notícias relacionando o nome de Emerson Sheik ao Corinthians. A bola da vez é uma declaração do técnico Fábio Carille. Após o atacante dizer que gostaria de encerrar a carreira no Timão, o treinador alvinegro não perdeu a oportunidade de rasgar elogios ao veterano de 38 anos.

"O Emerson Sheik tem espaço em qualquer equipe. É um grande amigo, tivemos muitos anos juntos no Corinthians, com alguns titulos importantes dentro do clube. Ele é um jogador corajoso, não tem medo, em jogo grande pode contar que ele vai aparecer. Pode ter certeza de que joga em qualquer equipe por mais alguns anos", declarou, em entrevista concedida à Rádio Bandeirantes na noite dessa segunda-feira.

Ao ser questionado se já há uma movimentação no Corinthians a respeito de uma confirmação ou de um veto sobre o retorno de Sheik, Carille negou. De acordo com o treinador, a situação chegou a seus ouvidos pela imprensa, justamente após a declaração do atacante.

"Dentro do Corinthians ainda não foi nada falado, não existiu conversa sobre isso, não sei se teve conversa ou só manifestação do Emerson, que é um grande amigo mesmo. Estou sabendo disso pela imprensa", contou.

Vale lembrar que Carille trabalhou como auxiliar-técnico no Corinthians durante toda a passagem de Emerson Sheik pelo clube.

Cavada

O reaproximação dos nomes de Sheik e Corinthians aconteceu no último domingo, quando o atacante, atualmente desempregado, não poupou elogios ao Timão em entrevista à Fox Sports. O jogador afirmou que planeja encerrar a carreira no primeiro semestre do ano que vem e que gostaria de se aposentar justamente atualmente pela equipe alvinegra.

"Eu pretendo jogar até o primeiro semestre do próximo ano. Por tudo que foi conquistado, pelo relacionamento com o torcedor, funcionárias do clube – foram quatro anos mais ou menos – eu tenho o desejo de encerrar ano que vem no Corinthians", disse, se referindo à passagem de 2011 a 2015 pelo clube, onde conquistou um Brasileirão (2011), uma Libertadores (2012), um Mundial de Clubes (2012), um Paulistão (2013) e uma Recopa Sul-Americana (2013).

Veja mais em: Fábio Carille e Emerson Sheik.

Veja Mais:

  • Nesta segunda-feira, Sylvinho completa quatro meses no cargo de treinador do Corinthians; pressão de parte da torcida é enorme nas redes sociais

    Pressionado para sair, Sylvinho completa quatro meses como treinador do Corinthians; Dérbi vem aí

    ver detalhes
  • Vitor Galvani, técnico do Sub-20 do time de basquete do Corinthians e assistente técnico na equipe profissional, concede entrevista ao Meu Timão

    Auxiliar do basquete do Corinthians comenta sobre saída de Fuller e reformulação na equipe

    ver detalhes
  • Na temporada atual, Corinthians apresenta pior aproveitamento desde a inauguração da Neo Química Arena em 2014

    Corinthians mantém pior média da Neo Química Arena da história e é o terceiro pior mandante do BR-21

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians volta ao CT Joaquim Grava na tarde desta segunda-feira

    Agenda do Corinthians: Dérbi em dose tripla, compromissos na base e no basquete

    ver detalhes
  • Contratos assinados pelos clubes com TV Globo e Turner serão cumpridos até 2024

    Presidente Jair Bolsonaro sanciona Lei do Mandante, mas veta um artigo; veja o que muda

    ver detalhes
  • Sylvinho explicou não utilização de Róger Guedes, Giuliano, Renato Augusto e Willian juntos em campo

    Sylvinho explica motivos para não utilizar o quarteto do Corinthians ao mesmo tempo neste domingo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x