Vaiado no Internacional, Valdívia faz gol e desabafa em choro

Vaiado no Internacional, Valdívia faz gol e desabafa em choro

Por Meu Timão

159 mil visualizações 92 comentários Comunicar erro

Valdívia queria jogar no Corinthians, mas acabou ficando no Internacional

Valdívia queria jogar no Corinthians, mas acabou ficando no Internacional

Reprodução/TV

A noite de quinta-feira foi especial para o meia-atacante Valdívia. Depois de ter o nome ligado ao Corinthians nos últimos dias, o jogador do Internacional voltou a ser utilizado pelo técnico Antônio Carlos Zago, o que gerou insatisfação de parte da torcida do clube. Mas o armador deu a volta por cima, marcou um golaço, de falta, e ajudou a equipe gaúcha a vencer o Cruzeiro por 3 a 1, no estádio Beira-Rio, pela abertura das quartas de final do estadual.

Em entrevista ao canal SporTV ao término do jogo, Valdívia desabou em lágrimas. Isso porque o meia havia sido vaiado pela torcida do Internacional ao entrar em campo no segundo tempo. Sincero, o atleta agradeceu o carinho da família e dos companheiros de time e mandou um recado aos críticos.

“A torcida vaia, mas sei da minha qualidade. Eu venho treinando muito, me dedicando para poder jogar bem. Esse gol foi muito importante para mim. Esse gol eu dedico para a minha família que está sempre ao meu lado. A cobrança é grande pelo o que já fiz. Mas quando o momento está ruim ninguém me abraça, só meus companheiros. A torcida às vezes não tem paciência, estão certos, mas venho me dedicando para fazer meu melhor”, declarou, emocionado.

Em novembro de 2015, durante o amistoso da Seleção Olímpica contra os Estados Unidos, Valdívia sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e foi submetido a cirurgia. Ele só voltou a ser relacionado no Internacional após sete meses. Na avaliação da comissão técnica, da diretoria e da torcida do clube, o meia não conseguiu retomar o mesmo nível de antigamente.

A negociação entre Corinthians e Internacional por Valdívia gerou polêmica. Segundo a versão oficial da equipe paulista, o armador colorado fora oferecido, discurso negado prontamente pela direção gaúcha. A chegada do jogador ao Parque São Jorge envolveria o empréstimo do corinthiano Giovanni Augusto, também até dezembro. O acordo não foi concluído.

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Na segunda partida da temporada, Corinthians de Carille já conheceu o sabor da derrota

    Corinthians marca no início, mas leva virada e sofre primeira derrota no Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Gustagol sobe de cabeça contra zaga do Guarani; camisa 19 é ponto alto do Timão

    Gustagol é eleito craque, e trio de defensores decepciona na primeira derrota do Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Argentino Mauro Boselli já treina com bola e pode estrear no fim de semana

    Carille é cauteloso, mas não descarta estreia de Boselli contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Arana voltou a atuar pelo Sevilla, mas segue na mira do Corinthians

    Duílio garante que rumo das negociações não mudam após Arana voltar a atuar pelo Sevilla

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes