Após Kazim, Corinthians é cobrado na Justiça por negócio com Marlone

Após Kazim, Corinthians é cobrado na Justiça por negócio com Marlone

Por Meu Timão

4.6 mil visualizações 106 comentários Comunicar erro

Corinthians atrasou cinco parcelas do negócio envolvendo a compra de Marlone

Corinthians atrasou cinco parcelas do negócio envolvendo a compra de Marlone

Foto: Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com problemas financeiros, o Corinthians foi novamente acionado pela Justiça pelo não pagamento de pendências em relação as contratações de jogadores. Depois de ser cobrado pelo Coritiba, nesta quarta-feira, pela inadimplência no negócio envolvendo o atacante Kazim, o Penapolense foi ao Poder Judiciário cobrar R$ 1,7 milhão do Timão. A informação é do portal ESPN.com.br.

O valor cobrado pelo time do interior paulista é referente a contratação do meia Marlone, atualmente emprestado pelo Corinthians ao Atlético Mineiro. A equipe alega que já são cinco meses de atraso e, por cláusula contratual, isso permite a cobrança do valor integral do negócio. No acordo, feito em 2015, consta que o Timão teria que pagar duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 de R$ 150 mil pelos direitos de Marlone. Desde dezembro, o clube não paga a equipe do interior.

Ainda segundo o Penapolense, o Corinthians foi procurado para resolver a pendência de maneira amigável, mas, sem resposta, a equipe optou por entrar com a ação, que agora corre na 29ª Vara Cível de São Paulo e será julgada pela juíza Valéria Longobardi. Por ser recente, a diretoria do Timão ainda não foi notificada da ação.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians e Marlone.

Veja Mais:

  • Carille, Fagner e Jadson durante o último treino aberto à torcida na Arena Corinthians

    Treino na Arena Corinthians pré-Dérbi será aberto para a torcida

    ver detalhes
  • Carille mandou treino desta quinta, mas optou por fazê-lo sem a presença da imprensa

    Carille fecha parte do treino e faz mistério com escalação do Corinthians para Dérbi

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini quase não concorreu na eleição de fevereiro

    Citadini lamenta sobre eleição no Corinthians: 'Uma campanha sangrenta me tirou as chances'

    ver detalhes
  • Jean (ao centro) deve sair; lateral Romão também não convenceu comissão técnica

    Entenda por que diretoria do Corinthians ainda não se desfez de jogadores 'encostados' do elenco

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes