'Sangue no olho, tapa na orelha': título corinthiano vira documentário; assista

'Sangue no olho, tapa na orelha': título corinthiano vira documentário; assista

Por Meu Timão

115 mil visualizações 91 comentários Comunicar erro

Elenco do Corinthians celebra título do Paulistão, o primeiro da Arena na história

Elenco do Corinthians celebra título do Paulistão, o primeiro da Arena na história

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O título do Campeonato Paulista 2017, conquistado pelo Corinthians no último domingo, sobre a Ponte Preta, virou documentário. Nesta terça-feira, o Timão divulgou um filme, de cerca de 14 minutos, produzido pela Corinthians TV, que contém depoimentos de jogadores, do técnico Fábio Carille e de membros da comissão e diretoria do clube acerca da campanha que resultou no 28º título estadual alvinegro.

Ao longo do curta, peças importantes do Corinthians relembram as críticas de parte da imprensa e de torcedores rivais ao elenco. Cássio, Pablo, Gabriel, Maycon, Fellipe Bastos, Jô... Todos são unânimes ao relacionar o crescimento do Timão no decorrer da competição com o rótulo de “quarta força do futebol paulista”, imposto por uma parcela considerável da mídia especializada.

O “ponto da virada” do time dentro do torneio foi, segundo os relatos, a vitória contra o rival Palmeiras no clássico que ficou marcado pela expulsão injusta do volante Gabriel. A partir dali, o grupo de jogadores se fechou e passou a acreditar na possibilidade de erguer a taça na Arena Corinthians.

“Esse grupo formado foi um grupo que veio, por parte da imprensa, desacreditado, mas que nós acreditávamos muito”, afirma Gabriel. “É um grupo muito legal, muito prazeroso você estar no dia a dia, a convivência, as brincadeiras, a hora que é sério todo mundo se dedicando”, prossegue Fagner no curta. “É um grupo muito humilde. Como falei, todo mundo quer buscar seu espaço como atleta, quer jogar, mas todo mundo se respeita”, conclui Pablo.

Corinthians não é brincadeira! – Aos 11 minutos do filme, o zagueiro Balbuena protagoniza uma cena marcante. Numa roda com os atletas no túnel que dá acesso ao campo da Arena, momentos de a bola rolar (não há como afirmar o jogo em questão), o paraguaio, a fim de motivar seus companheiros, solta um grito de guerra conhecido da Fiel: “Sangue no olho, tapa na orelha, é o jogo da vida, Corinthians não é brincadeira!”.

Assista ao documentário na íntegra

Veja mais em: Fatos marcantes, Títulos do Corinthians e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Corinthians de Jair Ventura está em oitavo lugar no Brasileirão

    Corinthians 'volta uma casa' na classificação do Brasileirão, mas diminui distância para o G6

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes