Encostado ao lado de Cristian, ex-artilheiro da Copa SP lamenta falta de chances no Corinthians

Encostado ao lado de Cristian, ex-artilheiro da Copa SP lamenta falta de chances no Corinthians

Por Meu Timão

113 mil visualizações 127 comentários Comunicar erro

Gabriel Vasconcelos chegou a treinar com o elenco profissional; atualmente, nem isso...

Gabriel Vasconcelos chegou a treinar com o elenco profissional; atualmente, nem isso...

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Tido nos últimos anos como uma das grandes promessas das categorias de base do Corinthians, o atacante Gabriel Vasconcelos vive uma situação complicada no CT Joaquim Grava. Sem oportunidade, o jovem de 21 anos foi de artilheiro e campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior a encostado na academia do clube ao lado do veterano Cristian.

"Não tenho muito que fazer além de manter essa rotina que é chata, mas é a vida de jogador. Pelos meus números e conquistas na base do Corinthians eu não entendo sinceramente porque não tive oportunidades", declarou Vasconcelos, em entrevista ao site da ESPN.

O auge de Vasconcelos com a camisa do Corinthians se deu na Copa São Paulo de 2015, quando o Timão foi campeão e o atacante acabou a competição como artilheiro, com oito gols. Na edição seguinte do torneio, quando a equipe de Osmar Loss ficou com o vice-campeonato, o jovem também atuou, tendo inclusive marcado um gol na final.

Desde 2015, porém, o máximo que Vasconcelos chegou de jogar pela equipe profissional do Corinthians foi durante os treinamentos realizados no CT Joaquim Grava. Com Tite, o jovem participava das atividades com o restante do elenco. Atualmente, vem treinando separadamente à espera de clubes interessados em contratá-lo por empréstimo.

"Meu sonho, lógico, é jogar no Corinthians. Por tudo que vi na base, a torcida fanática, deve ser algo sensacional. Mas eu preciso ser realista, não tem como querer jogar aqui sendo que nem estou treinando com o grupo. Mais viável para mim é ser emprestado para algum clube e mostrar meu valor. Quero um clube bacana com projeto bom para me destacar e o Corinthians ver que posso ser muito útil", disse.

Em 2016, ciente de que não teria oportunidade na equipe profissional, acabou emprestado ao América-RJ no primeiro semestre e ao Joinville no restante da temporada. Voltou ao Timão ainda nos últimos meses do ano, mas novamente não recebeu chances.

"Pelo menos poderia ter ficar no banco ou jogado por cinco ou 15 minutos. Mas eu respeito a opinião de quem quis que fosse assim e sigo meu trabalho. Preciso trabalhar porque às vezes não serve aqui, mas serve lá. Futebol é assim", falou.

Vale lembrar que Vasconcelos tem contrato com o Corinthians até o fim de 2018. Apenas a partir de julho de 2018, portanto, é que o atacante poderá assinar um pré-contrato com outra equipe. Até lá, o jovem deve no máximo ser emprestado pelo Timão.

Veja mais em: Base do Corinthians e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Corinthians jogou bem, mas não conseguiu sair vitorioso neste domingo

    Corinthians sofre gol impedido, reage no segundo tempo e fica no empate com o Internacional

    ver detalhes
  • Corinthians de Jair Ventura está em oitavo lugar no Brasileirão

    Corinthians 'volta uma casa' na classificação do Brasileirão, mas diminui distância para o G6

    ver detalhes
  • Danilo Avelar foi eleito o pior corinthiano em campo pela Fiel

    Novidade de Jair Ventura é enaltecida pela Fiel; lateral rouba cena e é eleito pior em campo

    ver detalhes
  • Mateus Vital fez bom jogo diante do Internacional neste domingo

    Análise: Corinthians reage após gol impedido e consegue empate contra o Internacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes