'Nunca me imaginei jogando no Corinthians': Cássio conta bastidores da chegada ao Timão

'Nunca me imaginei jogando no Corinthians': Cássio conta bastidores da chegada ao Timão

Por Meu Timão

147 mil visualizações 126 comentários Comunicar erro

Cássio (à dir.) foi apresentado como reforço do Corinthians ao lado de Felipe, hoje no Porto

Cássio (à dir.) foi apresentado como reforço do Corinthians ao lado de Felipe, hoje no Porto

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Ídolo do Corinthians, Cássio não chegou a pensar que vestiria a camisa alvinegra até ser contratado por Andrés Sanchez, ex-presidente do clube, há cerca de cinco anos. O jogador de 29 anos, revelado nas categorias de base do Grêmio, acertou com o Timão no fim de 2011, quando obteve a liberação do PSV Eindhoven, da Holanda. Detalhe: soube que defenderia o clube apenas no aeroporto, horas antes de embarcar para São Paulo.

“Para ser bem honesto, nunca me imaginei jogando no Corinthians. Sabia da força do Corinthians, do tamanho do Corinthians. No começo, confesso que me assustei um pouco. Se falava muito do Corinthians, contratações de peso, grandes jogadores, e eu, sem ser conhecido nem nada, ia assinar com o Corinthians”, afirmou Cássio, em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil.

Antes de ser anunciado oficialmente pela equipe paulista, contudo, Cássio não poderia contar a ninguém a respeito do acordo. “Também tinha uma cláusula nesse pré-contrato com o Corinthians que não podia falar nada. Não contei nem para a minha mãe (risos). Não de confiança, porque confio muito nela, mas sem querer, na euforia...”, contou.

Apresentado no início de 2012, o arqueiro corinthiano disse ser grato ao seu empresário, Carlos Leite, que chegou a prometer arcar com seus salários caso não encontrasse um time para ele no Brasil, e Andrés Sanchez. O jogador também recordou o episódio em que revelou à família que seria atleta do Corinthians.

“O Carlos Leite e o Andrés (Sanchez) bancaram a contração. Eu me recordo que estava voltando de um sítio, estava escutando um jogo do Corinthians e o carro do meu primo quebrou. Quando o jogo acabou, disse: ‘Vou jogar no Corinthians’”, relembrou. “Lá no Sul o Corinthians não é um time muito bem quisto (risos). Todo mundo ficou feliz”.

“Quando acabou o campeonato, semana seguinte vim assinar e fazer exames médicos. Vim na confiança do Andrés e do meu empresário. Era uma aposta. Todo mundo se falava em contratar um goleiro, mas se falava em Jeferson, se especulavam muitos goleiros...”, finalizou.

Veja mais em: Cássio.

Veja Mais:

  • Árbitro que prejudicou Corinthians diante do Flamengo é escalado para volta das semifinais

    Árbitro que prejudicou Corinthians diante do Flamengo é escalado para volta das semifinais

    ver detalhes
  • Agora capitão fixo do Corinthians, Cássio ergue a taça do hepta, em 2017

    Fim de rodízio? Volante do Corinthians nega conversa de Jair sobre escolha de capitão fixo

    ver detalhes
  • Pacaembu irá receber clássico entre Corinthians e Santos no Brasileirão

    Rival solicita, e Corinthians voltará ao Pacaembu ainda em 2018

    ver detalhes
  • Reservas fizeram uma atividade de um contra um durante boa parte desta terça-feira

    Treino do Corinthians tem ausência de titulares, um contra um dos reservas e goleiros no futevôlei

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes