Fagner valoriza raça do Corinthians e tranquiliza sobre corte em lance que originou expulsão

Fagner valoriza raça do Corinthians e tranquiliza sobre corte em lance que originou expulsão

Por Meu Timão

1.7 mil visualizações 17 comentários Comunicar erro

Corte não foi suficiente para tirar Fagner de campo nesta quinta-feira

Corte não foi suficiente para tirar Fagner de campo nesta quinta-feira

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Líder do Campeonato Brasileiro, o Corinthians tem se destacado não só pelo bom futebol, mas também pela entrega de todos os jogadores da equipe. A raça sempre foi característica do clube e Fagner foi um grande exemplar disso na vitória alvinegra por 3 a 0 contra o Bahia, nesta quinta-feira.

"Fico feliz de poder ter esse lado competitivo. Não gosto de perder no par ou ímpar, videogame, tudo que eu brinco não gosto de perder. Isso tem um lado muito bom. Fico feliz de meus companheiros estarem me elogiando com isso. Feliz por ter sido capitão em uma vitória tão boa", afirmou o lateral logo após o término da partida.

"O corinthiano gosta disso, o torcedor tem aquelas frases sobre ser maloqueiro e sofredor. Ninguém vem de berço de ouro, todo mundo já passou por momentos difíceis. Valorizo cada segundo que tenho em campo por minha família, pelo grupo e pela instituição. Faço com amor", completou.

Leia também:
Carille comemora solidez defensiva, elogia Marquinhos e anuncia substituto de Gabriel no Sul
Gabriel entra em campo pendurado, é expulso e desfalca Corinthians contra o Grêmio

Durante o confronto válido pela nona rodada do Brasileirão, o lateral protagonizou um lance bem duro, onde chocou-se com Renê Júnior - o jogador do Bahia foi expulso justamente nesta jogada. Mesmo com um corte grande, Fagner fez os procedimentos médicos necessários e se manteve firme dentro de campo.

"Levei alguns (pontos) aqui. Acho que deu uns nove, brincadeira (risos). Levei uns seis na cabeça, mas não foi nada demais, está tudo bem", disse o camisa 23.

Além de tranquilizar a torcida voltando a campo depois do ferimento, o jogador também sai de campo satisfeito por não ter levado cartão amarelo. O lateral estava pendurado, assim como Gabriel, mas não desfalcará o Timão na partida contra o Grêmio. Agora, a cabeça de Fagner já está totalmente voltada para o duelo importante.

"Vai ser um grande jogo, a gente tem que levar como lição os últimos jogos lá, que foram duríssimos. Agora é descansar, analisar o Grêmio desde já para ir lá e fazer um grande jogo sem ser surpreendido e conseguir uma vitória", projetou o capitão.

"Vejo duas grandes equipes com dois grandes trabalhos, cada uma com suas particularidades. Agora é ir para lá, se recuperar o máximo e fazer um grande jogo", concluiu.

Veja mais em: Fagner e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Mauro da Silva (auxiliar), Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto de futebol) e Alessandro (gerente) durante um dos treinos no CT

    Diretoria assume dificuldade por um 9: 'Futebol na América do Sul pagando salários de Europa'

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol do Corinthians

    Diretor do Corinthians sobre renovação de Balbuena: 'Não podemos dar um passo maior do que a perna'

    ver detalhes
  • Ainda não há confirmação se o treino na Arena será aberto à Fiel

    Diretor confirma treino na Arena Corinthians em véspera do clássico contra o Palmeiras

    ver detalhes
  • Matheus foi bastante acionado em seu primeiro treino com bola no Corinthians

    Gol de Matheus, ausência de Balbuena e evolução de Juninho: treino pré-Dérbi do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes