Pedrinho descreve lance do gol da vitória e cita emoção dos pais

Pedrinho descreve lance do gol da vitória e cita emoção dos pais

6.4 mil visualizações 57 comentários Comunicar erro

Pedrinho foi decisivo para vitória sobre o Botafogo

Pedrinho foi decisivo para vitória sobre o Botafogo

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Botafogo, conquistada na tarde deste domingo, na Arena, saiu dos pés de um jogador considerado reserva: o jovem Pedrinho, de 19 anos, revelado nas categorias de base. Depois de ser determinante para o triunfo corinthiano, o garoto comemorou o fato de ter correspondido às expectativas da comissão técnica e da torcida.

“A gente aprende no dia a dia, com cada jogador, Jadson, Cássio, Rodriguinho. Eles dão muita confiança para a gente que sobe. A gente entra com confiança para fazer as jogadas”, disse Pedrinho, que descreveu o lance do gol de Jô:

“Eu sempre tento buscar jogadas criativas. Vi que o time deles estava saindo e busquei dar o chapéu. Gosto muito de dar chapéu, desde a base”, admitiu o talentoso meia.

Leia também:
Jô mantém o mesmo canto pela quinta vez, e perde o segundo pênalti na temporada 2017
Moeda é atirada em direção ao assistente; Corinthians já procura autor para evitar punição

Aos 33 minutos do segundo tempo, Pedrinho, que acabara de entrar no lugar de Clayson, aplicou um chapéu em João Paulo, ganhou de Dudu Cearense na esquerda e cruzou rasteiro. Jô, bem posicionado, pegou o rebote após duas defesas à queima-roupa de Gatito Fernández.

Contente com sua boa atuação, Pedrinho disse que ter o nome ovacionado pela Fiel na Arena faz seus pais, que moram em Maceió, se emocionarem. “Pra quem me conhece, sabe de onde eu vim, Maceió, ver a torcida do Corinthians me apoiando, gritando meu nome, é algo muito gratificante. Meus pais se emocionam com isso, porque não é qualquer um que tem seu nome ovacionado. Só tenho a agradecer essa torcida maravilhosa que me apoia nas redes sociais”, celebrou.

Questionado sobre o trabalho especial a que vem sendo submetido no CT Joaquim Grava, a fim de ganhar peso e aguentar divididas contra jogadores profissionais, o franzino jogador afirmou não ter pressa. “Muitos pensam que é pra ficar forte, mas é pra brigar com os adversários, pra ter chance de jogar bem”, esclareceu. “Estou me preparando a cada dia, sendo lapidado, e hoje fiz uma grande jogada”, concluiu.

Veja mais em: Pedrinho e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Léo Príncipe esteve perto de acertar com Vitória de Setúbal, de Portugal

    Portugueses desistem de empréstimo e adiam saída de Léo Príncipe do Corinthians

    ver detalhes
  • Marcello Deverlan (à esq.) durante treino com profissionais no CT Joaquim Grava

    De contrato renovado, zagueiro da base do Corinthians obtém cidadania portuguesa

    ver detalhes
  • Danilo Avelar realizou exames na tarde desta terça-feira em São Paulo

    Danilo Avelar é aprovado em exames e já fala como reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians, da capitã Grazi, venceu mais uma no Brasileirão

    Em jogo com viradas e oito gols, Corinthians vence Ferroviária em Araraquara

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes