Balbuena fala sobre sondagens para deixar o Corinthians e explica tatuagem nas costas

Balbuena fala sobre sondagens para deixar o Corinthians e explica tatuagem nas costas

Por Meu Timão

86 mil visualizações 75 comentários Comunicar erro

Balbuena garantiu foco no Corinthians

Balbuena garantiu foco no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Um dos nomes mais envolvidos em especulações para deixar o Corinthians é o do zagueiro Balbuena. O jogador, no entanto, garante que as informações são normais nessa época do ano e que seu foco está totalmente na equipe de Fábio Carille.

"É normal se falar que um jogador tem proposta ou vai sair. Nessa época do ano é normal ter ofertas e transferências. A janela está aberta. Mas é difícil. Eu não gosto de falar do futuro porque não sei se vou ficar ou vou embora. Não posso falar "eu vou ficar" e aí chega uma proposta boa e eu vou. Aí, fico como mentiroso. Mesma coisa se ocorrer o contrário, não posso falar que vou sair, aí não chega nada e eu fico", ressaltou o zagueiro, em entrevista ao GloboEsporte.com.

"Hoje minha cabeça está somente no Corinthians, me sinto bem aqui, considero o Corinthians minha casa. Isso é o que importa. Estou somente focado no trabalho da equipe e no meu trabalho dentro de campo. Quero seguir com essa boa fase do time e minha, também", completou.

As incertezas geradas pela janela de transferência para a Europa no meio do ano não atinge apenas Balbuena. O defensor explicou que os jogadores do Corinthians conversam entre si sobre o assunto, mas que evitam deixar com que especulações afetem a maneira de trabalhar do elenco.

"Não (conversamos) muito, pois é uma questão de cada um, algo muito particular. Às vezes, alguém puxa comentário sobre isso, mas é muito difícil falar. Não só com o Pablo, mas com Arana, Rodrigo, Fagner. A gente se foca mais no trabalho. Se começa a falar muito disso, tira o foco do trabalho e do jogo. Todo mundo está trabalhando sem pensar nisso. É natural a imprensa falar em proposta. Estamos acostumados, todo ano é a mesma coisa, ano que vem nessa época vai ser igual. Então estamos acostumados e trabalhamos somente com o foco no principal, que é o time, trabalhar bem, chegar bem nos jogos e fazer boas partidas", finalizou.

A tatuagem e o gavião

Outro assunto que chamou a atenção envolvendo o paraguaio foi a tatuagem que ele fez nas costas no começo do mês. O animal desenhado, porém, não é um gavião como foi dito assim que as imagens foram divulgadas - a ave é símbolo da Gaviões da Fiel, principal organizada do Corinthians.

Balbuena explica: "Isso é algo que eu gostaria de fazer há tempos. Sempre quis uma tatuagem grande nas costas. Não é um gavião, mas uma águia. Eu procurei o significado e o que representa esse animal, associei com minha personalidade. Eu me sinto identificado pelas características da águia: forte, que vai em busca dos seus objetivos, e sempre chega aonde quer. Por exemplo, se vai caçar, sempre pega a presa. É isso que procuro fazer em campo".

Questionado se faria uma tatuagem em homenagem ao Corinthians, como o ex-atacante Gustavo fez, Balbuena foi sincero.

"Nesse aspecto, eu já não gosto muito. É muito exagerado para mim. A águia, eu considero um símbolo da personalidade, foi mais por isso, um espelho de comportamento que eu peguei. E quero o nome dos meus filhos. Só isso. Depois, vamos ver o que rola", finalizou.

Veja mais em: Balbuena.

Veja Mais:

  • Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

    Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Maioria dos titulares de Loss já completou sétimo jogo no BR; Cássio e Fagner, sequer seis

    Doze corinthianos já completaram sete jogos no Brasileirão; veja quem ainda pode se transferir

    ver detalhes
  • Caetano tem 18 anos e estava no Botafogo

    Corinthians acerta contratação de zagueiro indicado por Barroca, técnico do Sub-20

    ver detalhes
  • Léo Jabá tem contrato de cinco temporadas com o FC Akhmat Grozny

    Jabá encaminha transferência à Grécia, e Corinthians pode ganhar mais de R$ 4 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes