Diretoria do Corinthians dispara contra arbitragem; Roberto de Andrade promete telefonar para CBF

Diretoria do Corinthians dispara contra arbitragem; Roberto de Andrade promete telefonar para CBF

Roberto de Andrade telefonará para o presidente da CBF a fim de buscar melhorias à arbitragem

Roberto de Andrade telefonará para o presidente da CBF a fim de buscar melhorias à arbitragem

Foto: Divulgação

Duas das principais autoridades do Corinthians protestaram contra a arbitragem do empate por 1 a 1 com o Flamengo neste domingo, na Arena em Itaquera, pelo Brasileirão. O presidente Roberto de Andrade e o diretor de futebol Flávio Adauto lamentaram a decisão tomada, principalmente, pelo árbitro assistente Pablo Almeida da Costa, que anulou gol legítimo do centroavante Jô.

“Erro você aceita, erro crasso é difícil. Erro muito ruim, já tivemos dois pontos perdidos contra o Coritiba no gol do Jô, agora mais dois pontos perdidos no erro do bandeira. Muito difícil você errar e ele conseguiu errar. E o Corinthians que todo mundo dizia que era beneficiado...”, disparou Flávio Adauto, em entrevista na zona mista da Arena.

“Eu fico dizendo o seguinte, se fosse a favor do Corinthians um lance desse, caia o mundo, todo mundo dizendo que ‘tá preparado’, que o ‘título tá encaminhado’. A gente não quer ser beneficiado, mas ser prejudicado desse jeito é muito ruim, mais uma vez”, acrescentou o dirigente.

“A gente não vai prestar protesto, mas temos o direito de dizer que mais uma vez erraram contra o Corinthians. Precisa ver até quando vai isso”.

Leia também:
No Twitter, Jadson se revolta com erro de arbitragem contra Corinthians
Fagner descreve falha crucial do Corinthians contra Flamengo
Prejudicado, líder Corinthians fica no empate com o Flamengo em Itaquera

A jogada teve início com Rodriguinho, que deu belo passe em profundidade para Maycon. O volante dominou na ponta direita e, livre de marcação, rolou na pequena área para Jô, em posição legal. O assistente, no entanto, viu impedimento inexistente do atacante corinthiano e ergueu a bandeirinha, anulando gol legal do Corinthians.

Alô, CBF!

Presente nas tribunas da partida, Roberto de Andrade falou que telefonará para o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, para apresentar suas queixas.

“É ligar e reclamar. Ofício não resolve, não se sabe nem se é lido. É mais fácil ligar para o presidente e conversar com ele, e é o que eu vou fazer”, prometeu Andrade.

Sincero, o cartola alvinegro demonstrou bastante irritação com o erro de arbitragem. “A gente pensa em tudo, tudo passa pela cabeça da gente. Enquanto não vem alguém e não esclareça o que está acontecendo, pode ser uma arbitragem dessa que tem todos os aparatos, faz pré-temporada, tudo, e continuam os erros, os erros vão se aumentando a cada ano que passa. Em vez de melhorar, as pessoas vão adquirindo uma experiência maior, espera que se melhore, fica pior. Nem seio que te falar”, frisou.

De acordo com Roberto, enviar eventuais documentos à CBF, como alguns clubes têm feito, não têm resultado significativo. “Não existe representação. Vamos pegar o telefone e reclamar. Para o Marco Polo, presidente da CBF, eles que comandam a arbitragem, eles têm que ouvir”, finalizou.

Veja mais em: Roberto de Andrade, Flávio Adauto, Diretoria do Corinthians, Erros de arbitragem e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • O GERENTE ENLOUQUECEU

    VÍDEO: O GERENTE ENLOUQUECEU

    ver detalhes
  • Jô e Guilherme Arana estão na seleção da Bola de Prata

    Jô volta a falar do desejo de jogar Libertadores, mas não crava permanência no Corinthians

    ver detalhes
  • Com saída de Adriano, Marquinhos herdou a camisa 10 do Timão na Libertadores 2012

    Campeão em 2011, Marquinhos diz ter celebrado hepta do Corinthians e ensaia retorno

    ver detalhes
  • Golaço de Rodriguinho sobre o Sport entrou em vídeo de emissora italiana

    Canal de esportes da Itália produz vídeo com cinco gols mais belos do hepta do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes