Gabriel minimiza desfalques na defesa do Corinthians e projeta jogo diferente em Chapecó

Gabriel minimiza desfalques na defesa do Corinthians e projeta jogo diferente em Chapecó

Por Meu Timão

1.5 mil visualizações 24 comentários Comunicar erro

Gabriel destacou confiança do grupo no garoto Léo Santos

Gabriel destacou confiança do grupo no garoto Léo Santos

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na quarta-feira, às 19h30, diante da Chapecoense, o Corinthians entra em campo tendo de provar sua capacidade de reação após perder para o Vitória, no sábado. Para o jogo, além da pressão pelo resultado, o time de Fábio Carille terá de lidar com desfalques, como o de Balbuena, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Para o volante Gabriel, no entanto, as ausências não devem fazer tanta diferença no desempenho alvinegro.

"Muda um pouco a característica de cada jogador. Mas quem entra, entra sabendo o que tem de fazer. Carille trabalha a linha defensiva com todos, em alguns jogos teve dois da linha que não jogou e a gente manteve a organização e postura. Não muda a organização da equipe. Todos vão mostrar seu valor", garantiu o volante, em coletiva concedida após o treino de reapresentação do elenco, na manhã desta segunda-feira.

Herdeiro da vaga deixada pelo paraguaio, o jovem Léo Santos fará sua estreia como titular do Corinthians na temporada. Apesar da pouca experiência, o garoto, tido como uma das principais promessas da base alvinegra, tem a confiança de todos os companheiros para desempenhar bom papel em Chapecó, mesmo ao lado de outro defensor novo - Pedro Henrique tem 21 anos.

"Os jogadores que entrarem em campo vão estar preparados, estão trabalhando, estão esperando uma oportunidade. Léo Santos fez gol contra a Ponte, entrou bem contra o Vitoria. Está preparado, apesar de faltar ritmo de jogo, o que é normal. E o Pedrão vem fazendo grandes partidas. Apesar de jovem, será uma defesa bem organizada. E terá o Fagner ali do lado, que é experiente, o Cássio", projetou Gabriel.

Leia também:
Desfalques, prováveis titulares... Corinthians se reapresenta de olho na Chapecoense
Pedrinho passa por cirurgia e fica fora do Corinthians por até dez dias
Fagner minimiza postura do Vitória e analisa derrota do Corinthians: 'Perdemos na hora certa'

Ao que tudo indica, a dupla de pratas da casa do Corinthians terá mais trabalho do que a defesa alvinegra teve no sábado. Ao contrário do Vitória, que se fechou em busca do contra-ataque, a expectativa do camisa 5 é que os donos da casa de lancem mais ao ataque. Caso sua previsão se confirme, o jogo também se distingue do que foi o confronto das equipes no primeiro turno, em Itaquera.

"Até pela Chapecoense jogar em casa e ter de propor o jogo pela condição que está na tabela, saíram da zona, mas é uma situação em que precisam do resultado em casa. Pode ser que a teoria do jogo mude um pouco desse jogo do Vitória. Mas estamos preparados para tudo: a Chape fechadinha ou vindo para uma pressão. Estamos preparados, com nível de concentração alto. A vitória é o objetivo", afirmou.

"A Chapecoense mudou uma peça ou outra do primeiro jogo, mas a proposta deles não mudou, um time de marcação e vigor físico. Vai ser um jogo brigado, pegado, uma disputa de território a todo momento. É o jogo que a gente gosta de jogar, vamos fazer um grande jogo", concluiu.

Veja mais em: Gabriel, Léo Santos e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians e Chapecoense voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil

    TV Globo transmite para dois estados jogo decisivo entre Corinthians e Chapecoense

    ver detalhes
  • Rosenberg e Andrés Sanchez costuram nos bastidores rescisão com a Omni

    Corinthians deve trocar Omni pela IBM na gestão do Fiel Torcedor, diz portal

    ver detalhes
  • O poder da torcida do Corinthians | #75

    VÍDEO: O poder da torcida do Corinthians | #75

    ver detalhes
  • Placas publicitárias da Arena Corinthians renderão ao menos R$ 12 milhões por ano

    Corinthians fecha acordo independente de R$ 12 milhões pelas placas publicitárias da Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes