Jô alega ter previsto 'tudo mais difícil' ao Corinthians no segundo turno: 'Alerta ligado sempre'

Jô alega ter previsto 'tudo mais difícil' ao Corinthians no segundo turno: 'Alerta ligado sempre'

Por Meu Timão

1.4 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Jô analisou semana de tropeços do Corinthians no Brasileirão

Jô analisou semana de tropeços do Corinthians no Brasileirão

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O segundo turno do Campeonato Brasileiro começou e o Corinthians vai encontrando dificuldade para repetir os bons resultados da primeira metade da competição. Diante de duas derrotas e apenas uma vitória nas três primeiras rodadas do returno, o centroavante Jô alega ter previsto "tudo mais difícil" ao Timão nesta etapa do torneio.

"Como eu sempre falei, fizemos um primeiro turno excelente, e era natural que as equipes iriam dificultar no segundo turno, eu avisei antes, falei que ia ser tudo mais difícil", comentou, em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava.

Leia também:
Jô detalha drama pós-jogo de Kazim e lamenta ter sido desfalque do Corinthians
Danilo fora, só um titular em campo... Timão se reapresenta para 'maratona de treinos'

"As equipes vêm fechadas, tivemos chances de gol, mas o futebol é bom por causa disso: nem sempre quem está na frente vai ganhar. Todo mundo é capaz de vir e ganhar. Temos de estar sempre trabalhando com o alerta ligado", completou.

De fato, o Corinthians acabou surpreendido nesta última semana: equipes que lutam contra rebaixamento - Vitória e Atlético-GO - visitaram o Timão na Arena e triunfaram pelo placar de 1 a 0 nos dois sábados passados. Jô encontrou dificuldade para explicar os reveses:

"Não tem explicação, é difícil porque entramos concentrados em todas as partidas. Acabou coincidindo com adversários que estão na zona de rebaixamento. Foram dias que tentamos, batalhamos, tanto que os placares foram 1 a 0, só contra o Santo André foi 2 a 0. É difícil explicar, mas temos de dar méritos também para quem vem, consegue se defender bem e fazer uma grande partida contra o Corinthians", declarou.

E apesar de, aparentemente, encarar com naturalidade os tropeços do Corinthians, Jô deixou claro que o momento é de aceitar a tristeza e tentar se reconstruir justamente na base da superação. De acordo com o camisa 7, é hora de trabalhar e acertar os fundamentos que ainda não estão totalmente alinhados com o padrão de eficiência de Fábio Carille.

"Temos que ficar tristes, claro, foi mais uma derrota que não esperávamos, mas aconteceu. Que bom que teve essa pauta, temos de treinar mais e finalizar melhor. Esse período vai ser bom para refletir. Ainda temos uma boa vantagem muito grande, estamos muito tranquilos, então é continuar fazendo esse trabalho. Temos que melhorar porque o segundo turno vai ser mais difícil que o primeiro", analisou.

Leia também: Grêmio se anima e já vê 'normalidade' em campanha do Corinthians

O Corinthians, vale lembrar, sustenta dez pontos de vantagem para o vice-líder Grêmio. Os gaúchos, contudo, ainda tem um jogo adiado contra o Sport para ser disputado no próximo sábado. Assim, a diferença entre os clubes pode cair para sete pontos ao término da rodada.

Veja mais em: e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Ralf deve ser um dos inscritos ainda na primeira fase do Paulista

    Quatro reforços e duas vagas: Corinthians deixará dois nomes fora da primeira fase do Paulistão

    ver detalhes
  • Matheus Matias foi oficialmente apresentado no Corinthians nesta quinta-feira

    De três 'futebóis' em Natal ao Corinthians: conheça o recém-contratado atacante Matheus

    ver detalhes
  • Sidcley foi ao CT Joaquim Grava nesta quinta-feira

    Lateral do Atlético-PR é aprovado em exames médicos no CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Fiel promete lotar a casa corinthiana no primeiro Dérbi de 2018

    Torcida do Corinthians garante quase 40 mil ingressos para Dérbi na Arena

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes