Clayson valoriza foco do elenco e nega mudança na maneira de trabalho do Corinthians

Clayson valoriza foco do elenco e nega mudança na maneira de trabalho do Corinthians

Atacante foi o entrevistado desta quinta-feira no CT Joaquim Grava

Atacante foi o entrevistado desta quinta-feira no CT Joaquim Grava

Foto: Larissa Lima/Meu Timão

Juntos nas horas boas e nas horas ruins. O jargão digno de casamento é seguido a risca pelo elenco do Corinthians. Assim como durante toda a sequência invicta, o discurso do elenco está alinhado. Nada de clima ruim ou lamentações pelas derrotas, todos parecem motivados a absorver os pontos positivos e aprender com os erros da derrota.

"O ambiente nosso é espetacular, é claro que ninguém quer perder. Ficamos chateados com as derrotas, mas temos que tirar os pontos positivos: o time jogou bem, criou oportunidades e a bola não entrou. Creio que com um pouco mais de atenção, os gols sairão. Temos de continuar nosso trabalho e seguir focados para sair com as vitórias", afirmou Clayson, em entrevista coletiva após o treino desta quinta-feira.

"A gente tem que trabalhar para melhorar a cada dia, evoluir e corrigir os erros. É para isso que tem os treinamentos. É importante ter jogo-treino, até porque não temos jogos essa semana", completou.

Leia também:
Corinthians para em goleiro adversário e empata com o Atibaia em jogo-treino
Léo Santos sente incômodo, não treina e passa por tratamento no Corinthians
Carille destaca importância dos jogos-treino do Corinthians durante pausa no Brasileirão

Assim como o clima no vestiário, o que também não muda é a maneira de trabalhar. Carille e sua comissão não mudaram de postura com as derrotas e, segundo o atacante, optaram por manter tudo que vem sendo feito.

"Claro que gera uma cobrança interna, é normal, mas ele (Carille) não mudou a forma de agir, é a mesma pessoa e fez o mesmo trabalho. A gente sabia que infelizmente uma hora as derrotas iam acontecer, mas o grupo segue unido, não pode deixar nada de fora nos atrapalhar. Se seguirmos assim, temos tudo para retomar o caminho das vitórias", disse.

Ciente do que é preciso evoluir, Clayson e seus companheiros ainda contam com mais dez dias de trabalho até a partida contra o Santos, marcada para o dia 10 de setembro, na Vila Belmiro. Pelas características do adversário, posição na tabela e mando de campo, a equipe alvinegra espera um jogo bem diferente dos que terminaram em derrotas por 1 a 0 para Vitória e Atlético Goianiense.

"O Santos vai querer jogar, ter a posse de bola. Por estar em casa, acho que vão dar mais espaço para a gente. É diferente de um time que está brigando para não cair e vem à Arena para não perder. Será um jogo diferente destes últimos eu acredito", concluiu.

Veja mais em: Clayson e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Pablo não deve enfrentar o Atlético Mineiro no domingo

    [Marco Bello] Pablo não deve enfrentar o Atlético Mineiro no domingo

    ver detalhes
  • Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    Corinthians anuncia uniforme especial para partida contra Atlético-MG

    ver detalhes
  • Ralf ergueu troféu do hexa do Brasileirão antes de deixar Corinthians

    Ralf diz que não jogaria em rival do Corinthians, explica saída e opina sobre Gabriel

    ver detalhes
  • Pré-temporada de 2018 teve início nesta semana para jogadores do Timão

    Corinthians se antecipa, e jogadores realizam exames cardiológicos para 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes