Maycon não vê pausa como 'inimiga' e pontua falhas do Corinthians nos últimos jogos

Maycon não vê pausa como 'inimiga' e pontua falhas do Corinthians nos últimos jogos

Por Meu Timão

Volante Maycon falou com a imprensa na tarde desta segunda-feira

Volante Maycon falou com a imprensa na tarde desta segunda-feira

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

De volta aos trabalhos depois de serem contemplados com final de semana de folga, os jogadores do Corinthians treinaram, na tarde desta segunda-feira, no CT Joaquim Grava. Após as atividades, já voltadas para o clássico contra o Santos, no próximo domingo, o volante Maycon concedeu entrevista coletiva e afirmou que a primeira pausa longa, por causa da excursão da Chapecoense, não comprometeu o rendimento da equipe alvinegra.

"Não mudou nada, desde o começo do ano estamos fazendo o mesmo trabalho para todos os jogos. Poderia não ter parado e termos perdido, a mesma coisa. São coisas do futebol. Vamos trabalhar para enfrentar o Santos, vai ser um grande jogo, temos de voltar a fazer uma grande atuação, porque assim ficamos mais próximos da vitória", explicou.

Titular absoluto do time comandado pelo técnico Fábio Carille, o jogador, cria do terrão corinthiano, falou sobre os tropeços vividos pelo Timão quando este foi derrotado por 1 a 0, e em seus próprios domínios, em dois dos três jogos que disputou até aqui pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro. Primeiro, para o Vitória e, depois, para o Atlético-GO.

Leia também:
Arana, Marciel ou Moisés? Maycon diz o que Corinthians ganha com cada candidato à lateral esquerda
Primeiro treino do Corinthians tem dupla na academia e auxiliar de Carille dentro de campo
'Carille vai ser o próximo técnico da Seleção', crava Andrés Sanchez durante programa de TV

"No jogo do Vitória, eles foram muito bem defensivamente e não nos deram chances. Contra o Atlético, perdemos chances que não perdíamos no primeiro turno, isso nos custou o empate ou a vitória. É uma qualidade nossa que deixamos de lado nos últimos jogos. Vamos voltar a ser tranquilos e frios".

Presente em 47 partidas pelo Corinthians em 2017, Maycon ainda pontou as possíveis causas que impossibilitaram que o time do Parque São Jorge, líder do Nacional com 50 pontos ganhos, pudesse se isolar ainda mais no topo da tabela. Para o volante, a falta de bola nos pés pode ser considerada um dos motivos dos recentes tropeços da equipe alvinegra.

"Talvez estejamos trocando poucos passes, não que ele (Carille) falou para nós, mas foi uma coisa que observei que estamos ficando pouco com a bola. Temos de começar a aproximar um pouquinho mais, talvez. Até mesmo os treinos focam nisso. Temos de voltar a triangular, ficar mais com a posse, com toques rápidos e precisos. Foi isso que fluiu nosso time do primeiro turno, e isso que temos de voltar a fazer", finalizou.

Com a semana toda de treinamentos pela frente, o Corinthians enfrenta o Santos, terceiro colocado do Brasileirão com 38 pontos, no próximo domingo, às 16h, na Vila Belmiro, em duelo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja mais em: Maycon e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Com bandeirões e muita festa, Fiel incentivou Timão no último treino aberto

    Corinthians abre à torcida último treino antes do jogo da taça

    ver detalhes
  • Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    Kazim tatua taça do Brasileirão com provocação a rivais do Corinthians

    ver detalhes
  • Volante pode seguir os passos de Arana, também revelado pelo Corinthians

    Por possível transferência, agente de Maycon viaja à Europa nesta semana

    ver detalhes
  • Jô e Jadson voltaram a treinar no campo nesta quinta-feira

    Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes