Rodriguinho vê Corinthians alheio a críticas e clássico como jogo-chave

Rodriguinho vê Corinthians alheio a críticas e clássico como jogo-chave

Rodriguinho entende que derrotas não tiraram bom clima do elenco alvinegro

Rodriguinho entende que derrotas não tiraram bom clima do elenco alvinegro

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A redução da vantagem do Corinthians na liderança do Campeonato Brasileiro, de dez para sete pontos, não interferiu no clima entre jogadores e membros da comissão técnica no CT Joaquim Grava. Escolhido para conversar com a imprensa no Timão após o treinamento desta terça-feira à tarde, o meia Rodriguinho falou sobre o clássico contra o Santos, próximo desafio da equipe de Fábio Carille, e a disputa pelo título nacional.

“Todo jogo é especial, por se tratar de clássico nos dá uma motivação a mais. Na minha opinião, nas partidas que perdemos, jogamos mais que os adversários. A equipe adversária se defendeu, e não conseguimos colocar as bolas para dentro. Quando nosso time joga contra um adversário que ataca, o jogo é outro. Por isso vamos para lá confiante e tentar buscar a vitória”, disse Rodriguinho, lembrando que o duelo na Baixada Santista colocará frente a frente concorrentes diretos pela taça do Brasileirão.

“É um jogo que vamos ter que ter bastante cuidado para não deixar o Santos se aproximar”, frisou o camisa 26. “O clima está bom. Por mais que a distância tenha diminuído, estamos confiantes em retomar o caminho das vitórias. Ter todo mundo à disposição nos dá confiança”, acrescentou.

Com 15 vitórias em 22 partidas, o Corinthians soma 50 pontos, contra 43 do Grêmio e 38 do Santos. Para Rodriguinho, a oscilação do time alvinegro apresentada nos últimos cinco jogos pela Série A (três vitórias e duas derrotas) já era aguardada.

“Acho que vai ser uma coisa difícil de ser feita de novo. Por isso é normal a equipe dar uma caída. Passar 19 jogos sem perder era uma coisa que ninguém imaginava ser possível. Temos que esquecer essa parte para chegarmos bem no fim do campeonato”, declarou o meio-campista, que valorizou a importância da nova pausa da competição nacional, ocasionada pelas rodadas 15 e 16 das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2018.

“A folga foi boa para que pudesse recuperar quem estava no departamento médico. Estamos cientes de que o time tem de retomar a pegada que estava antes para que o Grêmio não se aproxime mais”, completou.

Veja mais em: Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Depois de quase deixar o Timão no início do ano, Rodriguinho não pensa em sair

    Rodriguinho 'esquece' Europa e evita pensar em Seleção: 'Outros estão na minha frente'

    ver detalhes
  • Reunião da comissão técnica deve vetar férias antecipadas no Corinthians

    Reunião da comissão técnica deve vetar férias antecipadas no Corinthians

    ver detalhes
  • Nesta quarta-feira, o Timãozinho perdeu o Dérbi por 1 a 0

    Corinthians é superado na Arena e decide título da Copa do Brasil Sub-17 fora de casa

    ver detalhes
  • Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    VÍDEO: Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes