Rodriguinho vê Corinthians alheio a críticas e clássico como jogo-chave

1.3 mil visualizações 26 comentários

Rodriguinho entende que derrotas não tiraram bom clima do elenco alvinegro

Rodriguinho entende que derrotas não tiraram bom clima do elenco alvinegro

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A redução da vantagem do Corinthians na liderança do Campeonato Brasileiro, de dez para sete pontos, não interferiu no clima entre jogadores e membros da comissão técnica no CT Joaquim Grava. Escolhido para conversar com a imprensa no Timão após o treinamento desta terça-feira à tarde, o meia Rodriguinho falou sobre o clássico contra o Santos, próximo desafio da equipe de Fábio Carille, e a disputa pelo título nacional.

“Todo jogo é especial, por se tratar de clássico nos dá uma motivação a mais. Na minha opinião, nas partidas que perdemos, jogamos mais que os adversários. A equipe adversária se defendeu, e não conseguimos colocar as bolas para dentro. Quando nosso time joga contra um adversário que ataca, o jogo é outro. Por isso vamos para lá confiante e tentar buscar a vitória”, disse Rodriguinho, lembrando que o duelo na Baixada Santista colocará frente a frente concorrentes diretos pela taça do Brasileirão.

“É um jogo que vamos ter que ter bastante cuidado para não deixar o Santos se aproximar”, frisou o camisa 26. “O clima está bom. Por mais que a distância tenha diminuído, estamos confiantes em retomar o caminho das vitórias. Ter todo mundo à disposição nos dá confiança”, acrescentou.

Com 15 vitórias em 22 partidas, o Corinthians soma 50 pontos, contra 43 do Grêmio e 38 do Santos. Para Rodriguinho, a oscilação do time alvinegro apresentada nos últimos cinco jogos pela Série A (três vitórias e duas derrotas) já era aguardada.

“Acho que vai ser uma coisa difícil de ser feita de novo. Por isso é normal a equipe dar uma caída. Passar 19 jogos sem perder era uma coisa que ninguém imaginava ser possível. Temos que esquecer essa parte para chegarmos bem no fim do campeonato”, declarou o meio-campista, que valorizou a importância da nova pausa da competição nacional, ocasionada pelas rodadas 15 e 16 das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2018.

“A folga foi boa para que pudesse recuperar quem estava no departamento médico. Estamos cientes de que o time tem de retomar a pegada que estava antes para que o Grêmio não se aproxime mais”, completou.

Veja mais em: Rodriguinho.

Veja Mais:

  • Renato Gaúcho é o nome favorito da torcida para assumir o comando técnico do Corinthians

    Corinthians apresenta projeto ao empresário de Renato Gaúcho; clube aguarda resposta

    ver detalhes
  • Corinthians voltou a treinar no CT Joaquim Grava na manhã desta terça-feira

    Corinthians segue preparação para Sul-Americana com trabalho técnico sob o comando de interinos

    ver detalhes
  • Caso a diretoria não consiga contratar um substituto para Mancini até quinta, Fernando Lázaro será o treinador da equipe no banco de reservas da Neo Química Arena

    Duelo do Corinthians com Huancayo pode ter fato inédito em quase 111 anos de história do clube

    ver detalhes
  • Jemerson pode ter feito seu último jogo pelo Corinthians neste domingo

    Corinthians confirma lesão muscular de Jemerson; Dérbi pode marcar despedida

    ver detalhes
  • Corinthians garantiu a primeira colocação do Grupo B

    Corinthians empata com Delta Te Quiero e espera adversário das quartas de final da Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians vence Grêmio por 3 a 1 no Brasileirão Feminino

    Corinthians cresce no segundo tempo, vence Grêmio e assume a liderança do Brasileirão Feminino

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x