Cássio admite pressão na Sul-Americana, mas ressalta força do Corinthians

Cássio admite pressão na Sul-Americana, mas ressalta força do Corinthians

Por Meu Timão

Goleiro titular, Cássio projetou a postura do Timão no duelo contra o Racing, pela Sul-Americana

Goleiro titular, Cássio projetou a postura do Timão no duelo contra o Racing, pela Sul-Americana

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Nesta quarta-feira, o Corinthians volta à disputa da Copa Sul-Americana de 2017 e encara o argentino Racing na busca por uma vaga nas quartas de final do torneio. Para o confronto, o goleiro Cássio vê a equipe alvinegra um pouco mais pressionada que o normal. Isso porque o Timão vem de uma sequência de duas derrotas no Campeonato Brasileiro – mesmo se mantendo líder na competição.

"O Racing é de muito respeito no cenário sul-americano, disputa os campeonatos com muita frequência. Não recebemos ainda, mas vamos receber hoje lances da equipe deles. Vai ser um grande jogo. Lógico que, por vir de duas derrotas, pode ter uma pressãozinha a mais. Mas temos de entrar focados e sair vitoriosos. Se possível, sem tomar gol em casa, para confirmar a vaga fora de casa", analisou Cássio durante entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, nesta segunda-feira.

Contra o Racing, o Corinthians entra em campo após perder pelo placar de 2 a 0 para o Santos, no último domingo. O clássico, válido pela 23ª rodada do Brasileirão, marcou a segunda derrota consecutiva da equipe – sendo uma contra o lanterna Atlético-GO, por 1 a 0. Os resultados negativos, contudo, não foram de grande alarde para Cássio. O goleiro apontou qual deve ser a postura do Timão.

Leia também:
Focado no Racing, Corinthians se reapresenta sem Arana, mas com novidade no meio-campo
Corinthians 'dá spoiler' da festa de 107 anos e convoca Fiel para comemorar na arquibancada

"Não é questão de aliviar a barra, no futebol estamos sujeitos a tudo. Ficamos quase 40 jogos sem perder, não podemos encarar essas derrotas como bicho papão. A gente já conversou, já se cobrou. Ficamos muito tristes porque podíamos abrir pontos do segundo e terceiro colocados. A Sul-Americana se joga diferente porque é mata-mata. Que bom que estamos na briga por dois títulos", afirmou.

Até chegar na atual fase da Sul-Americana, o Corinthians passou pela Universidad de Chile – com vitórias de 2 a 0, na ida, e 2 a 1, na volta – e pelo Patriotas – com um empate de 1 a 1, no primeiro duelo, e um placar de 2 a 0, no jogo de volta. Pela primeira vez na disputa do torneio, o técnico Fábio Carille vive a expectativa de escalar a equipe próxima do ideal no Timão – já que não deve contar com o lateral Guilherme Arana, que segue em fase final de recuperação na coxa direita.

Cássio foi favorável à possível decisão e exaltou a força do elenco corinthiano, tanto na disputa do Campeonato Brasileiro quanto na Copa Sul-Americana. "Não sei se o Carille vai colocar força máxima, mas se todos estiverem bem, vão para o jogo. Temos elenco para chegar em duas competições. Força máxima nas duas partidas", finalizou.

Corinthians e Racing medem forças nesta quarta-feira, a partir das 21h45 (de Brasília). A partida, válida como confronto de ida das oitavas de final da Sul-Americana de 2017, será disputada na Arena em Itaquera. No domingo, às 16h, a equipe volta à campo e encara o Vasco, pela 24ª rodada do Brasileirão.

Veja mais em: Cássio, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Plantel alvinegro tem dias de treino definidos para semana festiva

    Com folga dupla, Corinthians tem programação definida para semana de festa do título na Arena

    ver detalhes
  • Danilo vai ficar mais uma temporada no Corinthians

    Danilo comenta iminente renovação com o Corinthians e fala qual setor jogaria em 2018

    ver detalhes
  • Mesmo com Jô, Timão não foi páreo para Flamengo na tarde deste domingo

    Sonolento, Corinthians leva três no primeiro tempo e é derrotado pelo Flamengo

    ver detalhes
  • Em rede social, Corinthians ironiza briga entre jogadores do Flamengo

    Em rede social, Corinthians ironiza gesto obsceno de atacante do Flamengo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes