Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

Por Rodrigo Vessoni e Vinícius Souza

Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Logo após montar a equipe do Corinthians com três mudanças para o duelo contra o Racing, da Argentina, valendo vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana, Fábio Carille deu explicações. Em entrevista coletiva no El Cilindro, palco do embate, na noite desta terça-feira, o treinador pontuou por que Guilherme Arana, Maycon e Rodriguinho não iniciam o jogo em Buenos Aires – o primeiro, aliás, permaneceu no Brasil.

“Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Marciel; Gabriel e Camacho; Romero, Jadson e Marquinhos; Jô”, listou Carille. “Vai ficar parecido com o (time) que terminou o jogo contra o Vasco, só que era o Rodriguinho. Maycon e Rodriguinho se queixaram de dor na perna, então nos reunimos e decidimos que os dois iniciam no banco. Se precisarmos, eles podem ajudar saindo do banco”, justificou o técnico.

Maycon e Rodriguinho participaram do treinamento em solo argentino pela equipe reserva e, assim, serão opções entre os suplentes. Camacho e Marquinhos Gabriel, que ganharam chance na vitória sobre o Vasco por 1 a 0, iniciam na Argentina.

Leia também:
Em treino na Argentina, Carille 'dribla' falta de energia e ensaia Corinthians com três mudanças
Técnico do Racing esboça equipe para duelo com Corinthians na Argentina

Além da situação da dupla de meio-campistas considerada titular, Carille falou a respeito do lateral Guilherme Arana. O jovem, recém-recuperado de lesão muscular na coxa direita, sequer foi relacionado para a viagem a Buenos Aires.

“Ficou um mês lesionado, fez ótimo jogo, mas voltou a sentir um incômodo, nada preocupante para a sequência. Achamos melhor ele ficar em São Paulo para se preparar. Ele é o melhor lateral-esquerdo do futebol brasileiro hoje, faz um ano maravilhoso, e o Marciel dá uma resposta positiva. Só é muito difícil substituí-lo”, sintetizou Carille, que quer Timão “inteligente” para conquistar a classificação:

“Apesar de não começarmos com a vantagem temos que fazer um jogo inteligente, bola no pé, rodando com qualidade para conseguirmos a classificação”, finalizou.

O Corinthians enfrenta o Racing nesta quarta-feira, no El Cilindro, às 21h45 (de Brasília), pela volta das oitavas de final da Sul-Americana. Por ter empatado em 1 a 1 na Arena Corinthians, o Timão necessita de uma vitória por qualquer placar ou até de um empate a partir de 2 a 2 para seguir na disputa.

Veja mais em: Copa Sul-Americana, Fábio Carille, Marquinhos Gabriel, Gabriel e Camacho.

Veja Mais:

  • Yago volta ao Corinthians na primeira semana de janeiro

    Após empréstimo, zagueiro é reintegrado ao Corinthians; Del'Amore no radar

    ver detalhes
  • Scarpa tem reunião marcada com empresários neste sábado

    Alvo do Corinthians, Scarpa agenda reunião com representantes para decidir futuro

    ver detalhes
  • Promoção da empresa Apito Promocional na camisa durante o Brasileirão 2012

    Corinthians mantém cobrança milionária contra ex-patrocinador; calote chega a cinco anos

    ver detalhes
  • Corinthians sabe da vontade do atacante e espera sinal do clube para avançar

    Corinthians aguarda sinal do Vitória para decidir situação de Tréllez até segunda-feira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes