Revoltado, Balbuena dispara contra árbitro uruguaio após eliminação: 'Muito caseiro!'

Revoltado, Balbuena dispara contra árbitro uruguaio após eliminação: 'Muito caseiro!'

Por Meu Timão

3.8 mil visualizações 99 comentários Comunicar erro

Balbuena detonou 'parcialidade' de juiz após queda do Corinthians na Sul-Americana

Balbuena detonou 'parcialidade' de juiz após queda do Corinthians na Sul-Americana

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O zagueiro Balbuena foi contundente ao analisar o empate sem gols do Corinthians com o Racing (ARG) na noite desta quarta-feira, no El Cilindro, pela Copa Sul-Americana. Em entrevista à beira do gramado, o jogador, que vestiu a braçadeira de capitão do Timão em Buenos Aires, detonou a atuação do árbitro uruguaio Leodan González. O juiz expulsou o meia Rodriguinho e o centroavante Jô no segundo tempo, ambos os lances por faltas duras.

“Foi muito caseiro, como vocês (imprensa) chamam. Foi muito evidente, eram muitas faltas, muitas divididas. Foi muito evidente, os lances todos eram contra nós. Não adianta falar com ele porque é sempre a mesma coisa, os caras batiam em todo mundo o tempo todo e ele nem dava cartão”, bradou Balbuena, revoltado, em entrevista ao canal FOX Sports.

“Na primeira falta que nós demos, cartão vermelho. Não adianta, é muito difícil jogar com isso. Acho que o time do Racing não precisa disso, tem um time muito bom, não precisa da ajuda do juiz. Ficamos com raiva. Demos nosso melhor, infelizmente não deu. Agora é focar no Brasileiro porque tem muita coisa pela frente”, acrescentou o zagueiro paraguaio.

Leia também:
Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana
Rodriguinho entra, é expulso em menos de dois minutos e alcança Trending Topics mundiais

Por ter cedido o empate em 1 a 1 na Arena em Itaquera, o Corinthians foi à Argentina necessitando vencer por qualquer placar para avançar às quartas de final. Para Balbuena, a parcialidade de González contribuiu diretamente para o resultado final do confronto, triunfado pelo Racing.

“Acho que cartão amarelo, o jogo saiu do controle dele... Falei: ‘eles estão batendo muito’, e ele não dava cartão. Na primeira jogada forte ele deu cartão vermelho. Ele era muito parcial nesse sentido. Mas não adianta, acho que o espetáculo não precisa disso. O Racing classificava tranquilo, sem esse aspecto da ajuda da arbitragem. É merecida a classificação, mas temos que continuar, bola pra frente. Temos que fechar essa página e pensar no Brasileiro”, declarou o camisa 4.

“Deixa um sabor ruim, a gente logicamente queria passar. Acho que o gol que eles fizeram lá foi determinante. Sabemos que mata- mata é assim, agora é virar a página e pensar no Brasileiro porque tem muita coisa pela frente”, completou.

Líder da Série A com 53 pontos, o Corinthians volta a campo já no próximo domingo, contra o rival São Paulo, às 11h (de Brasília), no Morumbi.

Veja mais em: Balbuena, Copa Sul-Americana e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Jonathas está na mira do Corinthians; atacante está no Hannover, da Alemanha

    Uma contratação, uma baixa e duas negociações: como se reapresenta o Corinthians pós-folga

    ver detalhes
  • Éric Cantona utilizou imagem de Sócrates para criticar Neymar

    Ídolo francês usa foto de corinthiano Sócrates para dar indireta a Neymar

    ver detalhes
  • Goleada da Inglaterra inspirou memes de corinthianos

    Torcida do Corinthians usa goleada da Inglaterra para provocar São Paulo nas redes sociais

    ver detalhes
  • Bernard, Marinho e Sánchez são algumas sugestões da Fiel ao Corinthians

    Sete sugestões de contratação da Fiel ao Corinthians para o segundo semestre de 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes