Alessandro confirma que Corinthians monitora situação de lateral rival; Carille faz elogios

Alessandro confirma que Corinthians monitora situação de lateral rival; Carille faz elogios

Por Meu Timão

Zeca entrou na justiça para rescindir contrato com o Santos

Zeca entrou na justiça para rescindir contrato com o Santos

Foto: Divulgação/Santos

Com o término da temporada se aproximando, o Corinthians já planeja o elenco para o ano que vem. Ciente da possibilidade de perder Guilherme Arana, um de seus jogadores mais importantes, a diretoria alvinegra já olha para o mercado em busca de alternativas. Nesta sexta-feira, o gerente de futebol Alessandro confirmou que Zeca, do Santos, está sendo monitorado pelo Timão.

"É impossível dizer que não. Um atleta como o Zeca, de potencial, qualificado, de altíssimo nível, eu jamais posso ignorar que um atleta desse vista a camisa do Corinthians. Mas a gente respeita muito o que está vigente hoje, que é o compromisso dele com o Santos", disse em entrevista à ESPN.

"Não temos nenhum tipo de contato nesse momento para saber o que está acontecendo, respeitamos todo o contato e a relação que ele tem com o Santos. Mas eu jamais poderia ignorar o fato de ter um atleta tão competente no futuro como o Zeca", completou.

Leia também: Carille 'esquece' pendurados e torce por boa arbitragem no jogo contra a Ponte Preta

A atenção corinthiana tem justificativa. Nesta quinta, o jogador entrou na justiça contra o time do litoral paulista, pedindo a rescisão de seu contrato - a informação é do GloboEsporte.com. A partir deste momento, o Corinthians passou a observar a situação e está de olho em uma possibilidade de negócio. Caso confirme a rescisão, o atleta entraria na lista de nomes preferidos pelo clube alvinegro, que tenta montar um elenco forte sem gastar com contratações.

Quem também falou sobre o possível reforço foi Fábio Carille. Perguntado sobre o santista na coletiva concedida após o treino desta sexta, o comandante alvinegro deixou claro gostar do futebol do lateral, mas disse não acreditar que ele permaneça no Brasil.

"Me falaram sobre essa busca de rescisão do contrato dele. Nenhuma equipe pode desfazer de qualidade. Zeca foi campeão olímpico jogando na (lateral) direita, pode jogar nas duas. Mas para estar tentando algo assim é para ir embora do país. Pode ter certeza que não foi por assédio, ao menos do Corinthians, para ele tomar essa posição. Vi as notícias e de qualidade ninguém pode desfazer", pontuou.

Leia também:
CBF escala arbitragem paulista para duelo entre Corinthians e Ponte Preta
Cássio explica queda de rendimento e relaciona postura de rivais com a imprensa
Provocado por Robinho, volante relembra passagem pelo Corinthians e sonha com retorno

Nesses moldes de negócio, o Timão também observa Roger, do Botafogo, e chegou a flertar com Júnior Dutra, do Avaí. Além deles, outro nome cogitado para o plantel de Carille é Zé Rafael, do Bahia. Nesta quinta, o presidente Roberto de Andrade confirmou o interesse no meia e admitiu a possibilidade de troca pelo colombiano Mendoza, emprestado ao time nordestino.

Para a lateral esquerda, Zeca surge como segundo nome cotado - Reinaldo também já foi cogitado. A Fiel, no entanto, cobra muito uma chance para Guilherme Romão, emprestado ao Oeste e recentemente elogiado pelo próprio Alessandro, que não cravou sua utilização em 2018.

Veja mais em: Mercado da bola e Alessandro.

Veja Mais:

  • Depois de quase deixar o Timão no início do ano, Rodriguinho não pensa em sair

    Rodriguinho 'esquece' Europa e evita pensar em Seleção: 'Outros estão na minha frente'

    ver detalhes
  • Reunião da comissão técnica deve vetar férias antecipadas no Corinthians

    Reunião da comissão técnica deve vetar férias antecipadas no Corinthians

    ver detalhes
  • Nesta quarta-feira, o Timãozinho perdeu o Dérbi por 1 a 0

    Corinthians é superado na Arena e decide título da Copa do Brasil Sub-17 fora de casa

    ver detalhes
  • Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    VÍDEO: Os dois únicos tricampeões pelo Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes