Cássio despista sobre despedida de Arana e evita falar em desmanche: 'Quanto menos saírem, melhor'

Cássio despista sobre despedida de Arana e evita falar em desmanche: 'Quanto menos saírem, melhor'

Por Meu Timão

Cássio espera que plantel alvinegro não perca muitas peças

Cássio espera que plantel alvinegro não perca muitas peças

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com o título brasileiro garantido, o Corinthians tem treinado de forma bastante descontraída nessa reta final de temporada. Após a atividade desta quinta-feira, por exemplo, deu tempo até para uma espécie de trote em Guilherme Arana. Apesar do lateral ter acenado positivamente com a ideia de que foi uma brincadeira de despedida, Cássio preferiu não se posicionar, garantindo que a pegadinha já estava combinada.

"A gente quis pegar ele. É um cara que está sempre zoando todo mundo, por isso falamos que na reta final íamos amarrá-lo e dar um banho nele", pontuou, em coletiva concedida na manhã desta quinta-feira.

Leia também:
Treino do Corinthians tem retornos, academia lotada e possível trote de despedida
Negativa de Jadson a proposta da China lhe rendeu promessa de renovação no Corinthians
Segundo portal, Andrés negocia possível ida de Gustavo Scarpa ao Corinthians; candidato nega

Por mais que não deixe claro, o clima do jovem lateral é cada vez mais de despedida. O adeus já vem sendo digerido pela torcida desde a declaração de Arana logo após a conquista do título, quando afirmou estar rumando à Europa. Ciente de que o lateral vai deixar o clube, Cássio agora torce pela permanência dos demais jogadores. A vontade do arqueiro é não repetir o desmanche ocorrido depois da conquista nacional de 2015.

"Naquela época, eu me recordo que era até engraçado, a gente não sabia. Estava treinando com os jogadores e eles acabavam sendo vendidos. O desmanche começou logo no início do ano, é difícil remontar. Hoje qualquer jogador sabe a parte tática, como defender e atacar. Quanto menos jogadores saírem, melhor para a gente fazer uma boa temporada em 2018", disse.

"Aí entra uma parte do Fábio e da diretoria. A gente não sabe quem pode sair e quem pode chegar. Em 2015 não tinha especulação de ninguém sair. Sabemos que a visibilidade no Corinthians é grande, ganhamos um título que ninguém esperava. Acredito que tenha chance de vários jogadores saírem, mas a diretoria vai tentar segurar o máximo possível", completou.

Embora torça pela manutenção do atual plantel, Cássio conhece a forma de trabalhar no Corinthians. Por isso, já sabe que, caso cheguem propostas, a probabilidade do clube segurar o jogador é menor.

"O Corinthians é uma equipe que não costuma impedir os jogadores de saírem se for um bom negócio para os dois. Com certeza o Carille já tem um planejamento com a diretoria", concluiu.

Veja mais em: Cássio, Mercado da bola, Heptacampeonato brasileiro e Guilherme Arana.

Veja Mais:

  • Flávio Adauto não é mais diretor de futebol do Corinthians

    Em nota oficial, Corinthians anuncia saída de Adauto e Piovesan

    ver detalhes
  • Andrade permanece à frente do Corinthians apenas até fevereiro de 2018

    Corinthians estima superávit em 2018; clube pretende arrecadar R$ 50 milhões em vendas

    ver detalhes
  • Super carros do Monster Jam já estão na Arena Corinthians

    Carros gigantes chegam à Arena Corinthians para evento deste sábado; veja fotos

    ver detalhes
  • Júnior Dutra assinou com o Corinthians até dezembro de 2019; único reforço confirmado

    Exato um mês após o título brasileiro, Corinthians tem só um reforço; três são os motivos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes