Bola de Prata: Carille e Jô comentam valor de premiações individuais em temporada do hepta

3.0 mil visualizações 20 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Treinador e atacante são favoritos para premiações da Bola de Prata

Treinador e atacante são favoritos para premiações da Bola de Prata

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Nesta segunda-feira, a ESPN premia os melhores do Campeonato Brasileiro na cerimônia da entrega da Bola de Prata e, claro da Bola de Ouro. Tido como um dos principais "culpados" pelo provável domínio corinthiano da seleção do torneio, Fábio Carille chegou elegante a festa. Descontraído, logo falou sobre seu traje social, mas não esqueceu de valorizar tudo que viveu nesta temporada.

"De Sertãozinho para o mundo. Não me sinto muito bem com essa roupa, tenho que ser sincero", brincou o comandante alvinegro, que ainda não acredita em tudo que aconteceu até a conquista de seu título mais importante como técnico.

"Tem hora que eu paro para pensar e não consigo entender muito as coisas ainda. Fico pensando em tudo, como começou. Eu acreditava que poderia chegar em uma equipe grande. Mas não esperava que as coisas fossem acontecer dessa forma. Sou um cara muito abençoado, por estar nove anos no clube, com dez títulos importantes e agora dois como treinador", completou.

Leia também:
Entre os maiores ídolos do Corinthians, Sócrates falecia há seis anos
Há seis anos, Corinthians empatava Dérbi e garantia pentacampeonato do Brasileirão

Durante a cerimônia, Carille vai encontrar vários de seus comandados. Um deles deve viver dia ainda mais especial. Centroavante da seleção do torneio, Jô deve, também, conquistar o prêmio individual máximo, a Bola de Ouro. O camisa 7, artilheiro do Brasileirão, não esconde a alegria de terminar a temporada assim.

"A gente sempre fala do coletivo porque o futebol é assim, mas você ganhar prêmios individuais é uma satisfação muito grande, porque é algo que você fez. Venho aqui muito feliz e muito grato receber essa premiação, que também é dos meus companheiros", disse o atacante.

Agora nome certo entre os melhores do campeonato, Jô chegou ao Corinthians cercado de desconfiança. Com tantos prêmios e, sobretudo, conquistas coletivas, o centroavante já nem pensa mais nas críticas.

"Tiveram pessoas que me escolheram, só fiz meu papel, creio que fiz bem feito. Foi um ano especial, pelas expectativas, acabei correspondendo. Dever cumprido, não critico quem fez as críticas, mas sai um peso. Foi um ano maravilhoso", concluiu.

Veja mais em: , Fábio Carille e Heptacampeonato brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians perdeu para o Cruzeiro por 2 a 1 neste sábado

    Corinthians deixa G4 e pode perder posição até o fim da rodada do Brasileirão; veja tabela

    ver detalhes
  • Em meio a crise, Fábio Carille seguirá no comando do Corinthians

    Diretor do Corinthians garante permanência de Fábio Carille

    ver detalhes
  • Tiago Nunes negou um suposto interesse do Corinthians para a próxima temporada

    Tiago Nunes ressalta respeito a Carille e nega contato com o Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians nunca havia perdido um jogo em que saiu na frente do adversário na Arena

    Após 184 jogos, Corinthians leva a primeira virada jogando na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians foi superior, mas não soube converter suas chances em gol em Joinville

    Com briga no fim e vacilos, Corinthians sai atrás nas quartas da Liga Futsal

    ver detalhes
  • [Vitor Chicarolli] Há quanto tempo o Corinthians não joga bem?

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: